A mesa diretora da Câmara de Vereadores do município de Hugo Napoleão, durante sessão ordinária realizada noite dessa sexta-feira (08), declarou a perda do mandato da vereadora Maria de Jesus (PP), por excesso de faltas durante o ano de 2021. A vereadora enfrentava um processo administrativo interno movido pelo suplente de vereador, Francisco Fantana, do mesmo partido.

O resultado final do processo foi apresentado em um relatório lido pela presidente da Câmara, vereadora Elizângela, logo no início da sessão.

Segundo o relatório, o processo foi movido pelo suplente de vereador Francisco Fantana, onde o mesmo pede a extinção do mandato da vereadora Maria de Jesus sob a alegação de que a parlamentar excedeu no número de faltas permitidas durante o ano de 2021,  sem apresentar justificativa.

Ainda, de acordo com o documento que declarou a perda do mandato da vereadora Maria de Jesus, o processo seguiu os trâmites legais, sendo encaminhado para a análise da Comissão de Constituição e Justiça da casa, que emitiu parecer favorável.

Por fim, a presidente apresentou as alegações finais e, ressaltando legislação vigente, declarou a extinção do mandato da vereadora Maria de Jesus.

A decisão repercutiu entre os vereadores, que fizeram discursos acalorados após o anúncio da decisão.

A vereadora Maria de Jesus deve recorrer da decisão. A data da posse do suplente Francisco Fantana ainda não foi anunciada.