Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Monsenhor Gil, um município de encantos mil

Monsenhor Gil, um município de encantos mil
Monsenhor Gil, um município de encantos mil |
Compartilhe

A prefeitura municipal de Monsenhor Gil por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, até antes do início da Pandemia, vinha fazendo um trabalho de inserção do município na rota do turismo estadual e nacional. Foi criado o Conselho Municipal de Turismo o que possibilitou a participação do município na lista daqueles que fazem parte do mapa do turismo brasileiro, do Ministério do Turismo do Brasil. Mas as riquezas naturais são diversas, algumas ainda por ser desbravada, como o Sítio Boqueirão, localizado na localidade Cadoz, poucos quilômetros da área urbana de Monsenhor Gil. Neste local em uma caverna no meio da mata, existem inscrições nas paredes da caverna que nos remonta há 12 mil de anos, segundo afirma o professor e historiador Jozimar de Sousa Venção. Morador no local há mais 20 anos senhor Daniel Assunção é quem conduz os visitantes, passando pela mata, veredas, abismos até chegar no local.

Ainda nas incursões da sexta feira (26), professor Jozimar Venção apresentou na comunidade Piquizeiro, em Monsenhor Gil, uma faixa de terra onde são facilmente encontrados uma variedade de Fitofósseis.

Paleobotânica é uma área das Ciências Biológicas, que dentro da paleontologia estuda os fósseis de origem vegetal, também chamados fitofósseis (do grego fito = plantas; latim fossillis = extraído da terra).

Os fitofósseis são partes, fragmentos mineralizados ou ainda vestígios de plantas que existiram há milhares ou milhões de anos atrás, e que são evidências da história da vida na Terra.

Professor Jozimar também mencionou a lenda do "Couro Seco", que até hoje mexe com imaginário popular. Em seguida o professor falou sobre o início do Município, explanando sobre a importância da Casa Paroquial, antes sede de uma fazenda, onde morou o patrono do município Raymundo Gil da Silva Britto, juntamente com seus pais. Também nos conduziu ao interior da Igreja Matriz do Menino Deus de Natal, onde se encontra sepultado os restos mortais de Monsenhor Gil e seus pais, além de outras personalidades da época, fatos com mais de 100 anos que aconteceram. O historiador Jozimar também esteve mostrando e relatando sobre o ponto religioso e turístico Morro do Cruzeiro.

Monsenhor Gil se destaca pela religiosidade e fé de seu povo, seus símbolos e monumentos onde a população e visitantes expressam suas crenças, mas também por suas riquezas naturais. Neste contexto e dentro deste roteiro o professor Jozimar, agora junto com a professora Antônia, exaltaram os atrativos do Poço Azul, localizado no povoado Iracema.

Para finalizar esta narrativa de encantos naturais, também se destaca sabores e cores de uma delícia produzida no bairro Cachoeira, zona urbana de Monsenhor Gil. Estamos falando do bolo de goma, uma rosca que leva azeite de coco, erva doce, ovos, sal e é assado no forno de barro e a lenha. Segundo dona Antônia Vieira, o principal ingrediente desta iguaria é o amor, o carinho como prepara os ingredientes, leva ao forno e finaliza todo o processo.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar