mais

Armazenamento de água pode aumentar os casos de febre Chikungunya

Armazenamento de água pode aumentar os casos de febre Chikungunya

 Armazenamento de água pode aumentar os casos de febre Chikungunya
Armazenamento de água pode aumentar os casos de febre Chikungunya | Google

O Piauí está em situação de alerta máxima na saúde pública por conta do aumento considerável nos casos de febre Chikungunya registrados no Estado de janeiro a agosto deste ano. Os números da doença subiram 144,4% em relação ao mesmo período do ano passado, o que levou a Secretaria de Estado da Saúde (SeSAPI) a lançar um alerta a todos os municípios piauienses.

De acordo com a gerente de Vigilância em Saúde da SESAPI Miriane Araújo, os municípios de Bom Princípio, Cajueiro da Praia, Floriano, Francinópolis, Luís Correia, Nazaré do Piauí, Oeiras, Parnaíba, Pedro II, Piripiri e São Raimundo Nonato, são os 10 municípios que se encontram em situação crítica e de alerta máxima pelo número de casos de Chikungunya registrados.

Na manhã de segunda-feira (11-09), os gestores da Saúde se reuniram com os coordenadores regionais para avaliar o cenário e comunicar as novas providências para controle, não só da febre Chikungunya, como também de todas as outras doenças causadas pelo mosquito Aedes Aegypti. O encontro teve por objetivo também estimular as notificações dos casos para que sejam identificados os municípios com a maior incidência das doenças.

A SESAPI vai ter o apoio do Ministério Público Estadual (MPE), do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Comsens) e da Associação Piauiense de Municípios (APPM) no desenvolvimento das ações. A primeira delas será a visita de técnicos da Secretaria aos municípios para conscientizar a população acerca da urgente mobilização de prevenção e combate.

Para este semestre está prevista, no período de 23 a 27 de outubro, a realização da Semana Nacional de Mobilização contra o Aedes aegypti, envolvendo a participação dos órgãos estaduais da Saúde, Educação e Assistência Social.

Essa situação poderá se agravar ainda mais, pelo aumento grande de armazenamento de água nos recipientes devido ao colapso de água existente em Pedro II, o que favorece para o aumento de locais para o mosquito depositar seus ovos.

A Febre Chikungunya

Conforme protocolo do Ministério da Saúde, são considerados casos suspeitos de Febre Chikungunya as pessoas que apresentam febre de início súbito maior de 38,5°C e dor nas articulações. Os sintomas da doença começam a aparecer de dois a 10 dias, podendo chegar a 12 dias depois da picada do mosquito.

O Ministério da Saúde lembra que o vírus da Chikungunya pode afetar pessoas de qualquer idade ou sexo, mais os sinais e sintomas tendem a ser mais intensos em crianças e idosos. Além disso, pessoas com doenças crônicas têm mais chances de desenvolver formas graves da doença.

Fonte: Miriane Araújo (Gerente de Vigilância em Saúde da SESAPI)


Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail