A Arquidiocese de Teresina vai receber, nesta sexta-feira (08), a Cruz Peregrina da 15ª Romaria da Terra e da Água no Piauí. A Cruz, que está percorrendo as oito dioceses do estado, será entregue pela Diocese de Picos na ladeira do Uruguai (próximo a Churrascaria Piripiri), zona leste da capital. Após a recepção, será realizada uma carreata até o adro da Igreja São Benedito, onde vai ocorrer o ato de lançamento com a presença de representantes dos segmentos eclesiais e da sociedade. 

Com o tema “Terra e Água: Direitos Sagrados” e o lema “Deus deu a terra aos seus filhos”, a 15ª Romaria da Terra e da Água será sediada na cidade de Piripiri (PI), que pertence à Diocese de Parnaíba, nos dias 16 e 17 de julho de 2022. A Romaria da Terra e da Água é um gesto concreto do compromisso da Igreja do Piauí com a caminhada histórica do seu povo e representa uma “Igreja em saída” em busca da mobilização dos cidadãos piauienses por vida digna e na luta pela preservação da Terra e da Água. 

“Cada edição tem uma temática diferente, sempre chamando mais a atenção aos problemas gritantes da região onde acontece o evento. No adro da Igreja São Benedito teremos uma estrutura de som e faixas de apoio que levarão os temas que são muito importantes na nossa sociedade e que também serão refletidos durante a Romaria em Piripiri”, destacou Graça Ferreira, integrante da Comissão de Articulação da Romaria e representante das Pastorais Sociais no Conselho de Pastoral na Arquidiocese de Teresina. 

15ª Romaria da Terra e da Água é um evento religioso de fé e de vida que estava previsto para acontecer em julho de 2021, mas, devido o agravamento da pandemia no período, foi adiada para o primeiro semestre de 2022. Conforme Dom Juarez Sousa da Silva, presidente do Regional Nordeste 4 da CNBB e bispo da Diocese de Parnaíba, a romaria reúne pessoas de todo o estado com muita fé, oração e esperança em prol da vida. 

“Uma romaria é um momento do encontro de pessoas, é um momento de celebração, de profecia e do anúncio da Boa Nova do Reino de Deus. Portanto, a nossa alegria profética convida a todos para participarem conosco, porque Ele deu a terra para os seus filhos. A Cruz da Romaria representa a vida, porque foi por meio dela que Jesus morreu para salvar a todos e nos deu a certeza da ressurreição”, explicou. 

Após o ato de lançamento, a cruz peregrina da 15ª Romaria da Terra e da Água no Piauí segue para a Paróquia de Nossa Senhora do Livramento, de José de Freitas, e em seguida será entregue à Diocese de Campo Maior, onde ficará até o dia 28 de maio. De lá, ela partirá para a Diocese de Parnaíba para a realização do evento.