Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Seca causa prejuízos na produção agrícola em Valença

Seca causa prejuízos na produção agrícola em Valença
Plantio de milho perdido. | Raimundo Barbosa
Compartilhe

Uma equipe de técnicos da EMATER, Secretaria Municipal de Agricultura, Sindicato dos Trabalhadores e do IBGE percorreram nesta quinta-feira (11), varias comunidades do município de Valença do Piauí para avaliar os prejuízos causados pela seca no município.

A seca preocupa os agricultores que preparam a terra, plantaram, mas falta de chuva, fez com que o plantio não crescessem, o tempo seco e quente está já afectou algumas culturas como feijão,mandioca, arroz e milho.

Na lavoura de milho e arroz, o agricultor Gilmar Soares da comunidade João Pires disse que a perda na plantação já é calculada em 100%. Com a falta de chuva não temos como colher quase nada. Lamentou o agricultor.

Para o agricultor José de Sousa Bezerra do Assentamento Santa Rosa afirmou que a seca vêm preocupando todos os moradores do Assentamento, que preparam suas terras, plantaram e por falta de chuva vão perder sua lavoura. O agricultor disse que 80% do plantio de mandioca e 100% do feijão já considera perdido

Os técnicos irão fazer o primeiro levantamento, ainda preliminar, sobre os prejuízos causados pela estiagem em Valença. De acordo com os Técnicos essa perda aconteceu porque parte significativa das lavouras estava em fase de crescimento durante o período em que faltou chuva, ou seja, durante o mês de dezembro e janeiro.

Os técnicos fizeram avaliações de campo nas comunidades: Caatinga Branca, João Pires, Tranqueiras I e II, Assentamento Santa Rosa, Brejinho, Chapada do Barrocão e Aparecida.

A situação climática atual, marcada por chuvas irregulares e abaixo dos volumes mínimos necessários, já causou perdas nas lavouras em todo município.

Participaram da avaliação nas comunidades os técnicos Francilio Helder (EMATER), José Adeodato (IBGE), Francisco Xavier (Sindicato dos Trabalhadores Rurais), Luis Carlos Cortez (Sec. Municipal de Agricultura) e o portal Meio Norte que fez toda a cobertura.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar