mais

Após abrir caixão, viúva diz que corpo do marido foi trocado antes de enterro no TO

O caixão com o corpo de Barbosa foi trazido pela funerária de uma cidade vizinha

Após abrir caixão, viúva diz que corpo do marido foi trocado antes de enterro no TO
Corpo trocado em velório | Globo.com

A morte de um lavrador está provocando polêmica em Araguanã, a 500 km de Palmas, no Tocantins. Familiares e amigos dizem que o corpo que chegou a ser velado na cidade não é de José Barbosa de 44 anos. A viúva também afirmou que corpo foi trocado antes do enterro.

Foi na hora do cortejo que os amigos de Barbosa desconfiaram, pois peso e tamanho do caixão não combinavam com o corpo do lavrador.

A viúva dele, dona Sebastiana Cunha, disse que o corpo que está lá não é o do marido. Amigos falam a mesma coisa. ?Abriu o caixão por suspeita mesmo. Porque achou o caixão pequeno. Achou muito pesado porque ele é alto, mas ele é magro?, diz a lavradora Lúcia Janete da Silva. ?Quando abriu, todo mundo ficou assim, espantado?, afirma Gilda Pereira da Silva.

O caixão com o corpo de Barbosa foi trazido pela funerária de uma cidade vizinha. De acordo com o Hospital de Doenças Tropicais de Araguanã, o lavrador foi internado com suspeita de tuberculose. Depois que o homem morreu médicos aconselharam que o caixão fosse lacrado.

Ainda segundo o hospital, parentes e amigos não reconheceram o corpo porque, durante a internação, Barbosa tinha cortado a barba e os cabelos. Porém, a explicação não convence

?O que a gente estava esperando é alto, moreno, do cabelo ruim. E esse que está aí é do cabelo bom, e ele é mais claro?, diz Lúcia Janete da Silva. ?Todo mundo conhece. Todo mundo! E todo mundo pode falar que não é ele que está aí!?, diz o primo de Barbosa, o aposentado João.

Segundo os amigos do lavrador, o funcionário da funerária abandonou o caixão no meio da rua quando disseram que o corpo não era de Barbosa.

O delegado Euclides da Mota Silva determinou que a urna fosse levada até o cemitério. Ele vai pedir um laudo para tentar identificar o defunto. ?Deve ser uma biopsia ou DNA?, afirma.

Até lá o corpo vai continuar no cemitério.

Tópicos

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail