Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Ciclista suspeito de matar a amante se passou por ela após o crime

Ele conversou com o marido da vítima pelo celular.

Ciclista suspeito de matar a amante se passou por ela após o crime
amante | reproducao
Compartilhe
Google Whatsapp

A delegada Magda D’Ávila, que investiga a morte de Geane Silva de Oliveira, de 32 anos, acredita que o amante dela, suspeito do crime, se passou pela mulher em mensagens de celular após matá-la em um quarto de hotel em Goiânia. Investigado pelo crime, o ciclista Marcos Lima dos Santos, de 38 anos, morreu atropelado na BR-153 uma hora após sair do estabelecimento.

Imagens de câmeras de segurança de comércios da região mostram quando Geane e Marcos estão a caminho do hotel no sábado (16). O homem morreu atropelado uma hora após sair do local, no domingo (17), e o corpo da mulher foi encontrado por funcionários do estabelecimento também no domingo.

“Ele postou foto dos dois no Facebook dela, ficou conversando com o marido dela, se passando por ela, pediu desculpas como se fosse ela quando o marido disse que a filha estava chorando. Nas mensagens [o autor respondeu a algumas perguntas pontuais, mas] não contou do relacionamento extraconjugal”, detalhou.

A delegada acredita que Geane foi morta no sábado. Segundo ela, conforme depoimento informal do dono do hotel, ao levar uma comida no quarto do casal na noite de sábado, ele viu, pela fresta da porta, que a vítima estava deitada e coberta com o lençol, na mesma posição em que o corpo foi achado no dia seguinte.

Geane Silva de Oliveira é encontrada morta em quarto de hotel; Marcos Lima dos Santos é suspeito (Crédito: Facebook/ Reprodução)
Geane Silva de Oliveira é encontrada morta em quarto de hotel; Marcos Lima dos Santos é suspeito (Crédito: Facebook/ Reprodução)

Também de acordo com Magda, o vídeo que mostra o casal a caminho do hotel indica que a mulher não tinha a intenção de passar a noite no local porque não levava nenhuma bagagem. Outro fato apontado pela investigadora que sustenta essa tese é que Geane deixou a filha com uma amiga.

“Ás 18h essa amiga mandou um áudio falando que a filha queria ir embora, então com certeza ficou acertado de ela voltar lá no sábado ainda para buscar a filha”, explicou.

Ao sair, o ciclista disse à recepcionista que a “namorada estava cansada e que ficaria dormindo até o final da diária”, hora em que foi encontrada pelos funcionários.

Marcos escreveu uma declaração de amor para Geane na parede do quarto de hotel. Na mensagem, ele afirmou que o relacionamento durou um ano e que eram amantes: ‘amor te amo, amante fiel’.

Autor do crime riscou parede de hotel (Crédito: Polícia Civil/ Divulgação)
Autor do crime riscou parede de hotel (Crédito: Polícia Civil/ Divulgação)

O ciclista deixou ainda uma carta pedindo desculpas a uma mulher chamada Sônia, que ainda não foi identificada. No texto, ele escreveu:

Carta deixada por ele (Crédito: Polícia Civil/ Divulgação)
Carta deixada por ele (Crédito: Polícia Civil/ Divulgação)

“Desculpas, Sônia, por tudo que eu fiz, mas nós estávamos em relacionamento já tinha um ano e estava muito complicado. Nós dois tivemos um desentendimento, uma briga muito feia e acabou nisso, me perdoe”, escreveu.

A delegada Magda afirma que a carta e a mensagem apontam que Marcos é o autor do crime. "Não tenho dúvida que se trata de um feminicídio. Ela mantinha um relacionamento há um ano com ele, extraconjugal, e outros fatos que confirmam são a carta e o recado na parede. Certamente, ela tentou terminar o relacionamento com ele no hotel, e ele não aceitou", disse.

A investigadora apurou que a vítima foi morta com uma faca ou outro instrumento parecido. Segundo ela, a mulher teve dois cortes no pescoço, dois no rosto e um no braço.

“Tudo indica que o autor premeditou o homicídio porque foi localizado no quarto veneno de rato. Há indícios de que ele também furtou e descartou o cadastro deles do hotel, então a gente acredita que ele também premeditou uma fuga”, avaliou.

Os peritos coletaram material biológico dos corpos da mulher e do homem para saber se algum deles consumiu o veneno.

A delegada começou a ouvir testemunhas na manhã desta terça-feira (19). "O dono do hotel disse que ele chegou no sábado as 10h, reservou o hotel, ficou ali na recepção meio atordoado, saiu e voltou com ela, disse que ela estava normal, ou seja, chegou no hotel por livre e espontânea vontade", contou Magda.

Já a delegada Nilda Andrade, titular da Delegacia Estadual de Investigação de Crimes de Trânsito (Dict), está responsável por investigar a morte de Marcos, na manhã de domingo, após sair do hotel. Segundo a investigadora, o ciclista seguia pela contramão da BR-153, mudou bruscamente de pista e foi atingido por um caminhoneiro.

Nilda apura se o homem se jogou na frente do veículo. O motorista do caminhão, que não se feriu no acidente, prestou depoimento nesta segunda-feira (18) e disse que tentou desviar, mas não houve tempo hábil.

Ele morreu atropelado 1 hora depois do crime (Crédito: Reprodução/TV Anhanguera))
Ele morreu atropelado 1 hora depois do crime (Crédito: Reprodução/TV Anhanguera))



Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×