Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Exclusivo: Presos fazem motim na Casa de Custódia

O preso em estado grave foi levado para o Hospital Getúlio Vargas

Compartilhe

Os presos do Pavilh?o C da Casa de Cust?dia promoveram na manh? de

anteontem, por volta das 7h, momentos antes da visita de parentes ao pres?dio, um motim. Um dos presos envolvidos na briga, levou sete furadas no corpo, provocadas por uma barra de ferro, utilizada pelos presos de uma das celas do pavilh?o.

Outros tr?s presos tiveram ferimentos leves. O preso em estado grave foi levado para o HGV. A mulher de um dos presos, Maria das Gra?as (nome fict?cio), que n?o quis se identificar por medo de retalia?es a seu marido, falou que havia chegado ? Casa de Cust?dia, mais cedo para pegar uma senha, de entrada de visitantes, em companhia de outras dezenas de mulheres, quando ouviram tiros e a movimenta??o de policiais correndo.

?Ouvimos v?rios disparos e muito barulho na parte interna do pres?dio. Quando entramos perguntamos o que tinha acontecido mas ningu?m soube nos informar.

Disseram apenas que nada tinha acontecido?, diz Maria das Gra?as, crescentando que os disparos e o barulho deixaram os visitantes apreensivos e temerosos. Ela conta que todos os visitantes correram para a Casa de Albergue, ao lado da pris?o, como forma de se protegerem.

Ontem ? tarde, ao retornar ? Casa de Cust?dia para a visita ao seu marido, os pr?prios presos narraram todos os acontecimentos ocorridos no dia anterior.

Eles disseram aos parentes que os presos de uma das celas do Pavilh?o C se rebelaram contra os presos de outra cela do mesmo pavilh?o, no momento em que estavam sendo retirados e levados para o banho de sol.

?Eles nos contaram que alguns presos j? sa?ram de suas celas armados com

peda?os de ferro e j? foram partindo para cima dos outros presos. E que o motim foi contido pelos policiais, que atiraram para cima, para dispersar o movimento?, disse Maria das Gra?as. De acordo com ela, os familiares dos presos envolvidos no motim, estiveram ontem ? tarde para visit?-los mas

n?o os encontraram e n?o sabem para onde eles foram levados.

Dire??o do pres?dio. O diretor da Casa de Cust?dia, Magsaysay, em entrevista ao Jornal Meio Norte, disse que o que houve na verdade foi

um motim de presos de celas rivais, pela demarca??o de espa?o e hegemonia de poder, entre eles, dentro do pres?dio.

?Eles aproveitaram um momento em que se juntam uns aos outros para o banho de sol e promoveram um motim, que foi contornado pelos policiais?, esclareceu Magsaysay.

Segundo ele, cerca de dois ou tr?s presos foram levemente feridos e apenas oito dos envolvidos no motim foram transferidos para outras unidades prisionais do Estado. Ele disse ainda que a Casa de Cust?dia tem

hoje seiscentos e vinte detentos e cerca de cem detentos em cada pavilh?o.

Em rela??o ?s barras de ferro, Magsaysay diz que a forma de entrada de objetos dessa natureza ocorre sempre atrav?s de visitantes.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar