A Polícia Federal realizou, nesta quinta-feira (26/05), três prisões em flagrante por tentativas de saques com utilização de documentos falsos em duas agências bancárias da Caixa Econômica Federal em Teresina.

Em um dos casos, um homem foi preso quando se apresentou ao funcionário da agência da Caixa do bairro Dirceu com documentos falsos, com o intuito de transferir cerca de R$ 4 milhões do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – FGTS.

Já na agência da Caixa do bairro Primavera, na zona norte de Teresina, duas mulheres foram presas em flagrante tentando sacar em torno de R$ 30mil em empréstimos consignados se passando por servidoras do Estado com o uso de documentos falsos.

Um homem e duas mulheres foram presos tentando sacar dinheiro de agências - Foto: ReproduçãoUm homem e duas mulheres foram presos tentando sacar dinheiro de agências - Foto: Reprodução

As duas mulheres foram conduzidas para a sede da Polícia Federal e já foram transferidas para o Presídio Feminino. Já o homem continua preso na sede da PF, onde aguarda realização de audiência de custódia. 

As prisões são resultado de parceria e trabalho contínuo da Polícia Federal com a Caixa Econômica Federal com o objetivo de reprimir fraudes.

Os presos foram indiciados pelos crimes do art. 171 e art. 304 do Código Penal Brasileiro.