O jovem jogador João Guilherme, que joga no Nova Cruz, time que disputa a segunda divisão do Campeonato Alagoano, recebeu um golpe. Ele foi esfaqueado na região do tórax, na manhã desta quinta-feira(30). 

O fato foi confirmado por meio de nota oficial nas redes sociais da agremiação. O principal suspeito, de acordo com a investigação da polícia local,  seria o gerente de futebol do clube, Anderson Salgueiro.

A nota oficial é assinada pelo presidente do clube, Francisco Ferro. O mandatário confirmou que o jogador, conhecido como Cabelinho, foi encaminhado para o hospital. Ele repudiou a agressão.

Jogador foi esfaqueado dentro do clube e suspeito é o dirigente - reprodução instagramJogador foi esfaqueado dentro do clube e suspeito é o dirigente - reprodução instagram

"A Diretoria do FF Nova Cruz lamenta o ocorrido na manhã desta quinta-feira (30) com o nosso atleta, João Guilherme Clemente da Silva, a quem estamos prestando total apoio, inclusive providenciando a logística da vinda a Maceió de familiares do jogador, que se encontra internado no HGE em condição de saúde estável. O clube reitera o seu compromisso de não corroborar com qualquer tipo de violência, de forma que estaremos atentos a constatação dos fatos para tomarmos as providências cabíveis, colaborando de forma contundente com as autoridades policiais. Desde já manifestamo-nos em completo repúdio e indignação", diz a nota.

O estado de saúde de João é considerado estável, de acordo com informações do hospital.

A Federação Alagoana também se pronunciou sobre o caso por meio de nota oficial.

"A Federação Alagoana de Futebol lamenta o ocorrido com o atleta João Guilherme Clemente da Silva, do FF Sport Nova Cruz. A FAF está mantendo contato com o clube para prestar ajuda ao jogador, assim como para entender o ocorrido. A Federação aguarda a apuração dos fatos para tomar as medidas cabíveis"