mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Operação: PF cumpre mandados na casa do prefeito eleito de Barras

O nome da operação tem relação com a denominação dada aos grupos em que foram subdivididos os políticos.

Atualizado às 10h40

A Polícia Federal deu cumprimento a mandados de busca e apreensão da operação 'Democracia Pescada' na residência do prefeito eleito da cidade de Barras, Edilson Capote e na casa de sua irmã, identificada como Ivanilda. 

O delegado Leonardo Portela, chefe da Delegacia Institucional da Polícia Federal no Piauí, informou que todos os mandados foram cumpridos e a polícia investiga a prática de diversos crimes eleitorais na região.

“Nós deflagramos a operação ‘Democracia Pescada’ que deu cumprimento a oito mandados de busca e apreensão sendo sete na cidade de Barras e um em Brasília. Essa operação tem por objetivo compra de apoio político que foi feita por um grupo da cidade de Barras que por sua vez denominava os apoios comprados conforme os peixes, seria ‘peixes de couro’ como grupo político mais importante, ‘peixes de escama’ o segundo grupo comprado que viria em sequência e o grupo menos importante seria as ‘piabas do rabo seco’. Essa operação apura que com a utilização desse dinheiro na compra de apoio político pode ter sido praticado uma série de crimes eleitorais, como corrupção eleitoral, caixa 2, dentre outros”, afirmou.

Prefeito eleito da cidade de Barras, Edilson CapotePrefeito eleito da cidade de Barras, Edilson Capote


A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (25/11) a Operação "Democracia Pescada" com a utilização de 32 policiais federais para dar cumprimento a 8 mandados de busca e apreensão, dos quais, sete em endereços na cidade de Barras (PI) e um em endereço na cidade de Brasília/DF.

A referida operação tem por objeto a apuração do teor de notícia-crime, na qual se afirmou que determinado grupo político teria comprado, para as eleições de 2020, o apoio de pré-candidatos e lideranças políticas da cidade de Barras. 

No contexto apresentado, os recursos utilizados poderiam ser usados para a prática do crime de corrupção eleitoral, dentre outros.

O nome da operação tem relação com a denominação dada aos grupos em que foram subdivididos os políticos e lideranças compradas, segundo a notícia-crime, o que foi feito conforme o peso do apoio político negociado e o respectivo valor da sua compra (peixes de couro, peixes nobres de escama e piabas do rabo seco).

PF deflagra operação "Democracia Pescada" em Barras - Foto: Divulgação/PFPF deflagra operação 'Democracia Pescada' em Barras - Foto: Divulgação/PF

Operação: PF cumpre mandados na casa do prefeito eleito de Barras  - Imagem 3

PF deflagra operação 'Democracia Pescada' em Barras - Foto: Divulgação/PF



Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail