Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

PF prende 15 empresários em Fortaleza

Os nomes dos presos não foram revelados pela PF

Compartilhe

Quinze pessoas, entre empres?rios dos ramos de importa??o e exporta??o, donos de postos de combust?vel, lojas de material de pesca e factoring, foram presos, ontem, em Fortaleza e Regi?o Metropolitana. Outras duas foram detidas em S?o Paulo. A captura foi realizada pela Pol?cia Federal durante a ?Opera??o Quixad?, desencadeada com o objetivo de combater crimes financeiros nas modalidades de evas?o de divisas, lavagem de dinheiro e, ainda, pr?tica cambial ilegal, delitos praticados por empresas consideradas de fachada.

Os nomes dos presos n?o foram revelados pela Pol?cia Federal para n?o atrapalhar as investiga?es, que t?m continuidade no Estado. H? suspeitas de que pol?ticos podem estar envolvidos no mesmo esquema e utilizariam um ?Caixa Dois? nas pr?ximas elei?es. Contudo, a PF n?o deu detalhes dessa linha de investiga??o.

Todos os detidos foram recolhidos ? carceragem da PF, na Capital. Embora distribu?das em diversos setores, as pessoas presas, todas naturais do Cear?, t?m v?nculos de neg?cios entre si, o que, segundo a PF, configura a atua??o de uma quadrilha especializada em crimes financeiros.

Alguns dos envolvidos foram presos na Torre Empresarial Quixad?, um edif?cio de escrit?rios localizado na Avenida Bar?o de Studart, na Aldeota, em Fortaleza. O nome da opera??o da PF foi escolhido em alus?o ao primeiro alvo da investiga??o na Capital, uma casa de c?mbio instalada na Torre Quixad?.

No total, os federais deveriam cumprir 20 mandados de busca e apreens?o e 19 mandados de pris?o tempor?ria expedidos pela Justi?a Federal, sendo quatro para cumprimento em S?o Paulo, mas uma pessoa se encontra no exterior e outra n?o foi localizada. Os dois detidos na capital paulista s?o parentes dos cearenses apanhados pela PF.

A opera??o foi coordenada pelos delegados Thomas Wlassak e Laur?lia Cavalcante Monteiro. Um dos 17 presos foi autuado em flagrante por porte de armamento de uso restrito e um outro por tr?fico de animais silvestres.

PROVAS RECOLHIDAS

Dinheiro, documentos e armas apreendidos

Al?m das pris?es, os policiais federais apreenderam dois ve?culos, computadores, seis armas de fogo e farta documenta??o comprobat?ria dos crimes financeiros. Os mandados de busca e apreens?o tamb?m viabilizaram a arrecada??o de R$ 221 mil, 25 mil euros e US$ 30 mil. Um dois detidos portava R$ 20 mil.

Durante coletiva sobre a ?Opera??o Quixad?, na sede da PF no Cear?, no fim da manh? de ontem, o delegado regional executivo, Carlos Alberto Fazzio, classificou a a??o como ?um sucesso?.

Segundo Fazzio, a quadrilha vinha agindo h?, pelo menos, quatro anos no Estado, sucedendo a outras j? desarticuladas pela Pol?cia Federal. Conforme o delegado, o preju?zo causado ao er?rio p?blico somente poder? ser mensurado com posterior an?lise dos documentos apreendidos.

Fazzio explicou que a quadrilha desenvolvia opera?es fraudulentas de movimenta??o financeira, numa esp?cie de rede subterr?nea de finan?as em que grandes somas de dinheiro n?o s?o contabilizadas.

O delegado executivo da PF no Cear? revelou ainda que, por sua natureza, os crimes financeiros s?o praticados por pessoas habilidosas, com conhecimentos fiscais, cambiais, mercado de a?es, lavagem e evas?o de divisas. Cerca de 150 policiais, das superintend?ncias do Cear?, Piau?, Pernambuco, Para?ba e Rio Grande do Norte, participaram da a??o.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar