O réu Luiz Felipe Sousa da Conceição foi condenado na última quinta-feira (01), durante sessão do Tribunal do Júri de Parnaíba, à pena de 21 anos de reclusão pelo homicídio contra o catador de lixo Irmael dos Santos Oliveira, no dia 22 de setembro de 2017. 

De acordo com a denúncia do Ministério Público, a vítima estava com seu irmão no local onde trabalhavam recolhendo materiais recicláveis, juntamente com o pai de ambos. Na ocasião, foram surpreendidos por Luiz Felipe, que começou a agredir a vítima com um pedaço de madeira.

Crime aconteceu no dia 22 de setembro de 2017 em Parnaíba (Foto: Meio Norte)Crime aconteceu no dia 22 de setembro de 2017 em Parnaíba (Foto: Meio Norte) 

Na sequência, o irmão de Irmael dos Santos tentou defendê-lo golpeando o agressor com uma faca, porém, o réu continuou as agressões mesmo com a vítima já desmaiada. Ele pisoteou a cabeça da vítima e perfurou o pescoço dela por cinco vezes. 

O crime teria ocorrido porque o réu negociou a quantia de R$25,00 com o pai da vítima na compra de materiais recicláveis, mas este teria pago apenas R$15,00. A vítima era uma pessoa com deficiência e recebia tratamento na APAE de Parnaíba (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) e no CRAS (Centro de Referência da Assistência Social).

Todas as teses apresentadas pelo Ministério Público foram acolhidas pelo Conselho de Sentença.