A Polícia Rodoviária Federal  realizou nova  etapa da Operação Nacional de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes no País.  As ações aconteceram nos estados de Minas Gerais, Piauí e Rio Grande do Sul. No estado do Piauí, essa fase da operação contou com o apoio do Ministério Público do Trabalho e Conselhos Tutelares.

Operação da PRF/ Foto: Divulgação/PRFOperação da PRF/ Foto: Divulgação/PRFAs ações aconteceram nas cidades de Teresina e Bom Jesus, no Sul do estado e tiveram como objetivo principal as ações preventivas no combate à exploração sexual de crianças e adolescentes e em situações de vulnerabilidade, no caso do trabalho Infantil.

Foram verificados cerca de quarenta estabelecimentos comerciais, mais precisamente bares, restaurantes e casas de show. 

As ações da Operação Nacional de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes tem como base o Projeto MAPEAR que realiza o mapeamento de pontos de vulnerabilidade de crianças e adolescentes ao longo das rodovias federais do país.

Entre 2019 e 2020, a PRF no Piauí apurou 103 pontos vulneráveis nas rodovias federais, sendo 4 qualificados como críticos. A quantidade de pontos sofreu um aumento de 139% o que possibilita um maior planejamento para as ações de prevenção e combate, utilizando as características para cada local. 

Esses números colocam o Piauí em 14º no ranking nacional de pontos mapeados. Denúncias podem ser feitas, inclusive de forma anônima, por meio do Disque 100, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, e do número de emergência da PRF – 191.