Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Presos acusados de matar advogado no CE

A principio, foi levantada a suspeita de que o crime estaria ligado ao assalto à agência do BB

Compartilhe

A Pol?cia do Crato j? prendeu a quadrilha envolvida no assassinato do advogado e banc?rio Vinicius Soares Bezerra, 32 anos, morto a tiros, no dia 19 de mar?o, quando chegava a casa, no sitio Granjeiro, em Crato, com a esposa, Nat?lia Cardoso Soares Bezerra, 21 anos. A principio, foi levantada a suspeita de que o crime estaria ligado ao assalto ? ag?ncia do Banco do Brasil de Potengi, no m?s de janeiro, onde Vinicius trabalhava. Com o decorrer das investiga?es, foi descoberto que o banc?rio foi morto a mando da pr?pria esposa, Nat?lia, que nega a acusa??o.

Amante

Com seis anos de casada, oito de conviv?ncia e um filho de quatro anos, Nat?lia disse que n?o tinha motivo para matar o marido. ?Que motivo eu teria para matar o pai de meu filho? O que eu ganharia com isso??.

A resposta foi dada pelo amante de Nat?lia, Fran?oaldo Pereira da Silva, 19, que tamb?m foi preso: um seguro no valor de R$ 114 mil, feito pelo banc?rio, que beneficiaria Nat?lia em caso de morte.

Fran?oaldo confessou ao delegado Jurandir Costa, que seria paga a quantia de R$ 6 mil e um computador pelo ?servi?o?. Foram ent?o contratados, os mototaxistas Fernando Pereira Cavalcante, 24 anos, autor dos disparos, e Arnaldo Saraiva Lima, 30 anos que pilotava a moto no momento do crime. Ambos j? contam com passagem pela pol?cia do Crato.

O delegado Jurandir Costa elogiou o trabalho de todos os policiais empenhados na pris?o dos acusados e assegurou n?o ter nenhuma d?vida de que o crime do banc?rio foi desvendado e todos os acusados foram identificados. Ficou ainda descartada a vers?o de que o crime teria alguma conota??o com o assalto ao Banco do Brasil de Potengi, como foi insinuado.

As investiga?es foram estendidas at? a cidade de Ouricuri, Estado de Pernambuco onde moram os familiares da vitima. ?Com o aprofundamento das investiga?es, cresciam as suspeitas contra Nat?lia e seu amante. Em menos de uma semana, a quadrilha estava presa?, disse o delegado.

Surpreso

O pai da v?tima, Francisco Bezerra, que esteve em Crato acompanhando o desfecho do caso, disse que estava surpreso com o trabalho da Pol?cia Civil que, ?no cumprimento do dever, sem nenhuma ajuda financeira, desvendou a trama criminosa e prendeu todos os envolvidos nela?.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar