Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Roubos e um esfaqueado no show de "Aviões do Forró"

Estudante de fisioterapia foi esfaqueado nas costas e não foi socorrido no Jockey Clube

Compartilhe

Amanhecer rezando num hospital pela vida do irm?o n?o era a id?ia de divers?o da publicit?ria Nayana Franklin quando saiu com amigos para o show do Avi?es do Forr?, neste s?bado. Mas mesmo antes de entrar no Jockey Clube, boa parte do p?blico j? previa que n?o seria das noites mais calmas. Confiando num esquema de seguran?a que se mostrou ineficaz e numa produ??o incompetente, de acordo com Nayana, milhares de pessoas ficaram a merc? da viol?ncia. Ranieri Pinto, dono da Vip Promo?es, organizara do evento, n?o quis comentar os fatos.

Avi?es do Forr? acabaram de tocar e iniciou o show de Andr? L?lis. No meio da lama em que se transformou o campo do Jockey Clube, J?nior Odorico e uma prima resolveram ir embora daquela confus?o. No caminho da sa?da, mas ainda no campo de lama, encontraram outros dois amigos que n?o moram em Teresina, e come?aram a conversar. No meio da conversa se aproximou um grupo de rapazes pelo menos 5.

"Foi quando meu irm?o sentiu que foi ferido nas costas, e s? falou para minha prima sair dali. Sem olhar para tr?s, saiu correndo, sangrando. Por ser fisioterapeuta, ele saiba que o corte tinha sido profundo. Minha prima n?o entendeu nada e saiu atr?s dele, correndo. Foi quando, j? no claro, ela percebeu que ele tentava estancar o sangue com a m?o. E foi atr?s do local onde estava a ambul?ncia no in?cio da festa", relata Nayana Franklin.

SEM ASSIST?NCIA M?DICA

Quando chegaram l?, a ambul?ncia n?o estava mais no local. Buscaram, ent?o, a ajuda dos seguran?as. Os poucos que estavam por perto foram avisados do fato e seguiram para o local onde J?nior Odorico foi ferido. Um outro foi atr?s da ambul?ncia. Juntos, rodaram todo o local, e constataram que o ve?culo m?dico j? havia ido embora. Eram 4h da manh?, o show ainda n?o tinha terminado, n?o havia ambul?ncia e J?nior continuava sangrando.

"Durante o show eles n?o paravam de anunciar que eram mais de 20 mil pessoas ali. Como ? que eles deixam uma ambul?ncia ir embora antes do show terminar?", questiona Nayana. E ela aponta falhas da seguran?a tamb?m. "Conseguiram entrar com facas e punhais no show. O m?dico que atendeu meu irm?o afirmou que de acordo com a profundidade do ferimento e o corte na blusa, parecia corte de punhal, e dos grandes", alega.

ORGANIZA??O ZERO

J?nior Odorico n?o recebeu apoio da organiza??o do show. Ele e a prima pegaram um t?xi e foram por conta pr?pria para o hospital. Enquanto continuava perdendo muito sangue. Por sorte, ele n?o corre risco de morte e est? se recuperando. "Mas se o quadro dele n?o ? grave, essa displic?ncia e o descaso dessa organiza??o s?o, sim, muito graves", comenta indignada, Nayana Franklin. Ela diz que toda a fam?lia e amigos est?o revoltados com o caso e n?o voltam a comprar um ingresso de show produzido pelas mesmas pessoas. "Eles n?o tem capacidade de fazer um evento desse porte", finaliza.

A reportagem tentou entrar em contato com a Vip Promo?es, do empres?rio Ranieri Pinto, mas ningu?m atendeu aos telefonemas. Tamb?m n?o havia ningu?m na sede da empresa, na avenida Dom Severino, no bairro J?quei Clube.

ROUBOS E BRIGAS

O empres?rio Ulysses Bzyl, cearense de Fortaleza, tamb?m foi ao show. Experi?ncia essa que, segundo ele, n?o espera repetir nunca mais. Antes mesmo do in?cio do show e ainda na cal?ada do Jockey Clube, ele j? escutava pessoas indignadas com a seguran?a. "Roubaram meu celular, o pr?ximo pode ser o seu", escutou de algu?m que j? voltava para casa, antes das 22h.

Pensando que aquele era um caso isolado, resolveu continuar ali. N?o era. "Logo em seguida vi um cara quebrando uma garrafa de cerveja na cabe?a de outro. Minutos depois, este j? estava procurando seu agressor acompanhado de pelo menos outros 10, todos armados com gargalos quebrados de long necks", relata.

Bzyl sentiu-se acuado. Entrou rapidamente para o espa?o do show. E o que aconteceu na parte de dentro n?o foi diferente do que acontecia do lado de fora. "Mal entramos


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar