mais

Suspeito de assassinar travesti a pauladas e pedradas em Timon é preso

O autor foi interrogado e negou o crime, porém, ele foi reconhecido no vídeo em que aparece saindo do local onde a vítima foi encontrada morta.

A Polícia Civil do Maranhão, através da Delegacia de Homicídios de Timon, prendeu na tarde desta quarta-feira (26), J.V.S., de 30 anos de idade, suspeito de ter matado com requintes de crueldade a travesti Paulinha Ferrara no último dia 23, na Praça do Higino Cunha, no bairro Santo Antônio, em Timon.

De acordo com a Polícia Civil, o assassinato ocorreu por volta das 15 horas e Paulinha foi vítima de extrema violência praticado pelo autor que, conforme laudo cadavérico, teve o crânio com diversas fraturas provocadas por pedra e pau. O suspeito foi visto com a vítima minutos antes do crime por testemunhas, próximo ao local do crime. Testemunhas também o viram chegando a pedir água para beber e limpar as pernas e mãos, que estavam sujas de sangue, além de ter sido visto com as sandálias da vítima. 

Suspeito de assassinar travesti a facadas e pedradas é preso em Timon (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)Suspeito de assassinar travesti a facadas e pedradas é preso em Timon (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

O autor foi interrogado e negou o crime, porém, ele foi reconhecido no vídeo em que aparece saindo do local onde a vítima foi encontrada morta. 

O Ministério Público se manifestou favorável a prisão e o juízo da Vara de Execuções Penais que responde pela 3° Vara Criminal de Timon-MA deferiu a representação da autoridade policial, onde foi expedido mandado de prisão em desfavor do suspeito do crime.

O crime

Uma travesti identificada apenas como Paulinha foi assassinada a pedradas e facadas na Rua Firmino Pedreira, no Centro de Timon, no Maranhão. O crime ocorreu na tarde deste domingo, 23 de janeiro. 

De acordo com informações dos policiais do 11º batalhão, a vítima foi encontrada por populares despida da cintura para baixo e com muito sangue ao seu redor. 

Travesti foi morta com requintes de crueldade (Foto: Reprodução/ WhatsApp)Travesti foi morta com requintes de crueldade (Foto: Reprodução/ WhatsApp)

Uma guarnição foi deslocada até o local juntamente com a perícia da Polícia Civil, que constatou que Paulinha possuía sinais de apedrejamento na cabeça e vários golpes de faca pelo corpo.

A vítima estava ainda com um pedaço de madeira na boca. Ao lado do corpo a polícia encontrou muitas pedras. Os policiais isolaram o local e acionaram o Instituto de Medicina Legal (IML) para a remoção do corpo.

Tópicos

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail