Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Suspeito de matar jovem de Alagoinha do Piauí tem prisão decretada

O suspeito disse que ia se entregar, mas até agora não compareceu.

Compartilhe

O jovem suspeito de matar o assessor Michel Batista de Sá, de 35 anos, em Salvador, teve prisão temporária decretada pela Justiça, segundo informações divulgadas pela Polícia Civil. Identificado como Gabriel Bispo dos Santos, de 22 anos, o suspeito é considerado foragido.

De acordo com o advogado do acusado, Hudson Dantas, Gabriel Bispo confessou o crime e disse que vai se entregar. O jovem deveria se apresentar à polícia, na Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV), na segunda, mas não compareceu à unidade.

O corpo da vítima, que é natural de Alagoinha do Piauí, foi encontrado na sexta-feira (17), perto de um shopping da capital baiana, na Avenida Paralela. O crime ocorreu durante a negociação da venda de um carro, que pertencia a Michel. O veículo seria vendido por R$ 73 mil. O automóvel sumiu depois do assassinato e só apareceu no sábado (18).

 src=

De acordo com a polícia, o suspeito tinha interesse em comprar o carro, que foi anunciado em um site de vendas, e negociou com Michel, mas a transação não foi finalizada. O motivo seria uma suposta transferência feita pelo jovem que não caiu na conta de Michel. Os familiares da vítima dizem que o suspeito fingiu ter caído em um golpe para enganar Michel, durante a negociação. No entanto, o advogado de Gabriel diz que o cliente foi enganado por um terceiro homem, que se passou por primo da vítima e deu uma conta, na qual o depósito foi feito.

O suspeito e Michel se encontraram em um shopping da capital baiana, na quinta-feira (16). De acordo com o advogado Hudson Dantas, o cliente depositou R$ 60 mil na conta dada pelo homem e, ao mostrar o comprovante do depósito a Michel, a vítima contou que não sabia de quem era a conta.

Segundo o advogado, depois disso, eles saíram do shopping e seguiram em direção a uma delegacia, no carro de Michel. No entanto, no meio do caminho, os dois tiveram uma discussão e, conforme o advogado, Gabriel matou a vítima. Os detalhes sobre o crime não foram divulgados.

“Ele não disse de quem era a arma e nem como aconteceu. Gabriel ficou de falar quando se apresentasse para a polícia”, contou o advogado Hudson Dantas.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar