mais

Suspeito de torturar e decapitar mulher é preso no interior do Maranhão

O corpo da mulher, sem a cabeça, foi encontrado por moradores na Avenida do Aeroporto, no bairro Mocó, em Coroatá. De acordo com a polícia, a cabeça da vítima nunca foi encontrada.

Um homem identificado como Osmir Ferreira, de 30 anos, foi preso pela Polícia Civil, suspeito de participação direta na morte de Francileude Gomes dos Santos, de 33 anos. A vítima foi torturada e decapitada no dia 16 novembro de 2016, na cidade de Coroatá, a 251 km de São Luís.

Osmir foi preso no município de Vargem Grande, a 177 km de São Luís. Ele estava foragido desde o dia do homicídio.

Segundo as investigações, o preso e um outro homem, identificado apenas como “Sola”, torturaram e decapitaram Francileude Santos.

Mulher foi encontrada decapitada e sua cabeça nunca foi encontradaMulher foi encontrada decapitada e sua cabeça nunca foi encontrada

O corpo da mulher, sem a cabeça, foi encontrado por moradores na Avenida do Aeroporto, no bairro Mocó, em Coroatá. De acordo com a polícia, a cabeça da vítima nunca foi encontrada.

O preso foi apresentado na sede da Delegacia de Vargem Grande para os procedimentos de praxe. Em seguida, ele encaminhado à Unidade Prisional de Ressocialização de Coroatá (UPR), onde ficará à disposição da Justiça.

Vingança

Francileude foi casada com o traficante conhecido com "Júnior Banana" e, assim como o ex-marido, acumulava vários desafetos. 

A polícia acredita que o crime tenha sido motivado por vingança. Júnior Banana morreu em setembro de 2016, depois de trocar tiros com a polícia durante uma busca no bairro Vila Cilene.


Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail