mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

THE: Acusado de matar empresário é condenado a 20 anos de prisão

Gleison cumprirá pena em regime fechado na Penitenciária Irmão Guido.

A juíza da 3ª Vara Criminal da Comarca de Teresina, Junia Maria Feitosa, condenou Gleison Lima da Silva a 20 anos de prisão pelo crime de latrocínio – roubo seguido de morte - contra o empresário Paulo Wellington Alvarenga Junior, mais conhecido como ‘Louro’, no bairro Alto da Ressureição no dia 24 de setembro de 2019.

Segundo a decisão da juíza, “o ato do acusado de adentrar no estabelecimento comercial da vítima e ceifar sua vida é uma agressão injusta, sendo permitida defesa contra tais ações, não se podendo, portanto, o réu se colocar em posição de vítima frente ao crime por ele cometido”. Ela acrescentou ainda que Gleison demonstrou não querer apenas subtrair bens no momento em que disparou contra o empresário, deixando clara a vontade que tinha de lhe ceifar a vida.

Gleison Lima da Silva foi preso na época na cidade de Campo Maior - Foto: Divulgação/Polícia CivilGleison Lima da Silva foi preso na época na cidade de Campo Maior - Foto: Divulgação/Polícia Civil

Gleison cumprirá pena em regime fechado na Penitenciária Irmão Guido e na decisão, a juíza negou o direito de responder em liberdade. Ele foi condenado pelo crime de latrocínio consumado a 20 anos de prisão e pagamento de 25 dias-multa na razão unitária de 1/30 do valor de um salário-mínimo vigente à época dos fatos, corrigida monetariamente, devendo ser paga no prazo de 10 dias.

Empresário foi morto após reagir a tentativa de assalto - Foto: ReproduçãoEmpresário foi morto após reagir a tentativa de assalto - Foto: Reprodução


Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail