Pesquisa realizada pelo Instituto Amostragem com 2000 eleitores com 16 anos ou mais em 90 municípios do Piauí entre os dias 16 e 20 de junho de 2022 aponta que as áreas que devem ser priorizadas pelo novo governador do Estado. Em destaque estão setores considerados essenciais, assim, o mais citado foi a educação, com 51,85% das menções.

Ainda diante de uma pandemia, os entrevistados apontaram melhorias na saúde em geral com 51,05% ; a segurança pública foi citada por 31,60% como a área a ser priorizada.

Na sequência, 22,35% dos entrevistados apontaram geração de emprego e renda; já o controle da inflação foi mencionado por 9,35% dos entrevistados pelo Instituto.

AMOSTRAGEM: Piauienses apontam quais as prioridades para o próximo Governo - Imagem 1No Amostragem, 7,90% apontaram a 'comida no prato' como prioridade; infraestrutura e mobilidade foi citada por 7,35% dos entrevistados. Já para 7,05% as estradas (construção/recuperação) devem estar na lista de prioridades da próxima gestão.

Na sequência aparecem: projetos sociais (2,70%), equilíbrio das contas públicas (2,25%), saneamento e esgoto (1,75%), abastecimento d'água (1,30%). Os que não souberam ou não opinaram somaram 8,05%; outras prioridades registraram 3,25%.

O questionamento permitia múltiplas respostas, desse modo, a soma ultrapassa 100%.

FICHA TÉCNICA

A pesquisa do Instituto Amostragem foi realizada com 2.000 entrevistas com pessoas com 16 anos ou mais residentes e com domicílio eleitoral nos 90 municípios pesquisados no Piauí. O levantamento foi realizado de 16 a 20 de junho. A amostra tem nível de confiança de 95% e permite margem de erro de até 2,19%.

O registro para o cargo de presidente é BR-06333/2022 e para os cargos de governador e senador é PI-01189/2022.