Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Bolsonaro e Marito lançam pedra fundamental de ponte Brasil - Paraguai

Solenidade será às 13h de sexta-feira (10) no Marco das Três Fronteiras, em Foz do Iguaçu (PR)

Compartilhe
Google Whatsapp


A menos de 10 metros do eixo central onde será erguida a segunda ponte entre o Brasil e o Paraguai, ligando Foz do Iguaçu a Presidente Franco, os presidentes dos dois países vão se encontrar na sexta-feira (10) para lançar a pedra fundamental da obra e assinar os convênios de delegação da construção e também do repasse de recursos de Itaipu.

O encontro dos presidentes Jair Bolsonaro e Mario Abdo Benítez para a solenidade de assinaturas será às 13h, no Marco das Três Fronteiras, na região do Porto Meira, em Foz do Iguaçu (PR). Participam da cerimônia ministros de Estado, diretores e conselheiros da Itaipu, representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e do Governo do Paraná, entre outras autoridades.

Nesta segunda-feira (6), a comitiva precursora, que prepara a visita do presidente da República, esteve no local para os preparativos do evento. O diretor de Coordenação da Itaipu, Newton Kaminski, recepcionou o grupo acompanhado de uma equipe da binacional e de representantes de órgãos de segurança e apoio.

Será a segunda vez que os dois presidentes se encontrarão em Foz do Iguaçu. Bolsonaro e Mario Abdo Benítez estiveram na cidade no dia 26 de fevereiro, durante a solenidade de posse do general Joaquim Silva e Luna como diretor-geral brasileiro de Itaipu.

Mais progresso

A segunda ponte é um sonho de mais de 30 anos e o início de sua construção foi assumida pelo presidente Bolsonaro logo depois de sua posse. A obra é considerada estruturante e movimentará a economia da região. Todos os custos serão bancados pela Itaipu, sem nenhum impacto na tarifa paga pelo consumidor de energia.

Segundo o diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, a ponte permitirá, no futuro bem próximo, a integração de grande parte da América Latina. “Por aqui passarão riquezas que trarão desenvolvimento e renda para nossas populações.”


Silva e Luna avalia que a obra é fundamental porque evitará gargalos no tráfego entre os países, eliminará o trânsito de veículos pesados da área central de Foz do Iguaçu e tornará as cidades desta fronteira um “hub”, um centro de conexão regional, uma interligação de países. A estimativa é que a obra seja concluída em 36 meses, ou seja, durante a gestão do presidente Bolsonaro e de Silva e Luna.

Recursos

A construção tem custo previsto de R$ 456.138.389,24, considerando obras da estrutura, desapropriações e a construção de uma perimetral no lado brasileiro. Todos os recursos serão realocados de acordo com a política de austeridade da Itaipu para essa construção, considerada de grande impacto social.

Com a nova ligação Foz do Iguaçu – Presidente Franco, a Ponte Internacional da Amizade, que existe há 54 anos, ficará exclusiva para veículos leves e ônibus de turismo.

A obra vai movimentar a economia de boa parte da América Latina, principalmente as do Brasil, Paraguai, Argentina, Chile e Bolívia. No lado paraguaio, o município de Presidente Franco estuda um projeto para readequar a cidade às obras complementares da ponte. Isso porque o município paraguaio fica praticamente isolado da mais movimentada fronteira do Brasil, que é a Ponte da Amizade.

Naquela cidade vivem 93 mil habitantes às margens dos rios Paraná e Iguaçu. Hoje, Presidente Franco só tem ligação rodoviária com Ciudad del Este (e dali para o resto do país). Já em Foz moram cerca de 260 mil pessoas.

Balsa

Hoje, por exemplo, a ligação de Presidente Franco com Puerto Iguazú, na Argentina, ainda é feita só de balsa, que sai do Marco das Três Fronteiras, no lado paraguaio, até chegar ao porto da cidade argentina.

Com a segunda ponte Brasil-Paraguai, a ligação por terra com a Argentina será facilitada, ao menos para o tráfego comercial. Presidente Franco também passará a fazer parte de um centro de conexão rodoviária não só com o Brasil, mas com a Argentina e outros países da região.

Aniversário de Itaipu

O lançamento da pedra fundamental da segunda faz parte da programação de aniversário de 45 anos de criação de Itaipu comemorado no dia 17 de maio. No último dia 5, a usina também completou 35 anos de geração de energia.



Siga nosso canal no telegram
Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se