mais

Câmara debate implantação do táxi lotação em Teresina. Entenda!

Audiência contou com participação de integrantes da PGM, Strans e sindicatos.

O projeto de implantação do Táxi Lotação em Teresina foi discutido em audiência pública nesta sexta-feira, 25, na Câmara Municipal de Teresina, sob a coordenação do vereador Leonardo Eulálio, que defende a regulamentação de um serviço que já é realizado na capital de forma clandestina. "A população busca novos modelos de transporte público e queremos trazer isso par regularidade", diz o vereador.

Segundo o vereador, o modelo de Táxi Lotação já existe em outras capitais e cidades do País e citou o exemplo de Belo Horizonte, Rio Branco, Brasília, São Luís, Imperatriz. "Assim, as pessoas que já estejam organizadas e em dia com os tributos perante a Prefeitura Municipal de Teresina tenham o direito de trabalhar e prestar alternativa de serviço à população com relação ao transporte público, aproveitando a malha viária já construída com impostos de Teresina", disse.

Vereador Leonardo Eulálio conduziu a audiência pública na Câmara (Divulgação)Vereador Leonardo Eulálio conduziu a audiência pública na Câmara (Divulgação)

O objetivo, segundo o vereador Leonardo Eulálio, é fazer estudos com base em experiências existentes e entregar à Procuradoria Geral do Município e Prefeitura Municipal de Teresina. "Nosso objetivp é construir, construir e regulamentar para que isso possa voltar e dar trabalho a essa categoria", disse o vereador, declarando que não pode permitir que um modelo de 50 a 60 anos atrás seja exclusivo na caital. "Temos que buscar alternativa e a população é quem vai dizer como vai ser transportada"", diz.

Vereador vai receber manifestações da categoria

O vereador informa que o projeto foi lido na Câmara e na próxima semana vai receber todas as manifestações escritas de categorias e verá como vai se desenrolar os trabalhos da comissão.

Na audiência pública, o procurador Ari Ricardo da Rocha Gomes disse que o transporte público é um serviço essencial e a capital tem um contrato de concessão de longo prazo já em curso e disse que o correto seria o Poder Executivo subscrever essa proposta.

O diretor da Strans, major Cláudio Pessoa, reconhece que o sistema de transporte precisa melhorar por ser um serviço essencial e defendeu um estudo para execução dessa alternativa modal. "É  interessante fazer estudo de tarifa e de demanda para implementar serviço com garantia jurídica e efetividade no aspecto operacional para que população não venha se decepcionar", diz.

A audiência pública contou ainda com a participação do vereador Dudu e ainda de representantes de cooperativas e taxistas.

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail