Os candidatos a deputado federal Almy Andrade (PSC), Lívia Oliveira (Federação PSDB/Cidadania) e Mariana Bancada Antirracista (PSOL) participaram do debate realizado nesta terça-feira, 20, no Programa Bom Dia Meio Norte da Rede Meio Norte, apresentado pelo jornalista Ieldyson Vasconcelos, com suporte jurídico do advogado Rafael Rodrigues.

No programa cada candidato apresentou suas principais propostas. Almy Andrade, por exemplo, destacou o empreendedorismo como uma das principais bandeiras.

Debate realizado no Bom Dia Meio Norte (Raissa Morais)Debate realizado no Bom Dia Meio Norte (Raissa Morais)

Lívia Oliveira, que é policial militar, falou sobre segurança pública e destacou como ponto principal a valorização do policial militar, profissional aguerrido na promoção da segurança do cidadão.

Mariana da Bancada Antirracista apresentou a proposta do partido Partido Piauí para o Bem Viver, que inclui assistência social, crédito para empreendedorismo com taxas de juros mais baixas.

Candidato Almy Andrade do PSC (Raissa Morais)Candidato Almy Andrade do PSC (Raissa Morais)Almy Andrade

Ao falar sobre segurança pública, o candidato Almy Andrade destacou que trata-se de um setor carente de investimentos, onde os profissionais precisam ser valorizados com melhores salários. "Defendo investimento em equipamentos e contratação de mais policiais", disse.

O candidato também ressaltou a necessidade de políticas públicas para que os presídios sejam autossustentáveis, com a inserção de empresas para garantir trabalho aos detentos e, consequentemente, uma poupança para quando a pessoa adquirir a liberdade tenha uma renda para começar sua vida. "Defendemos a ressocialização nos presídios", disse, declarando que a segurança, segundo o candidato, está no plano da governadora Gessy Lima e passa pela ressocialização.

O candidato também falou sobre o estímulo ao empreendedorismo, com crédito mais fácil e garantiu que vai trabalhar para facilitar o acesso ao crédito. Almy disse ser contra as medidas que retiram direitos dos trabalhadores, criticou a tributação injusta e disse acreditar que o trabalhador deve ser valorizado e ter sua aposentadoria.

O candidato falou ainda sobre a importância do investimento em saneamento básico, pois cada R$ 1,00 investido em saneamento gera uma economia de R$ 4,00 em saúde.

Candidata Lívia Oliveira da Federação PSDB / Cidadania (Raissa Morais)Candidata Lívia Oliveira da Federação PSDB / Cidadania (Raissa Morais)Lívia Oliveira

Policial militar, Lívia Oliveira busca uma vaga na Câmara Federal e disse que acompanha a violência de perto como profissional. "A Polícia Militar está na rua para fazer o melhor", disse, enfatizando que a situação dos PMs é crítica, pois há descaso com a categoria por parte do governo que paga baixos salários. "Sou candidata para melhorar a segurança pública e ter um policial mais preparado", disse.

Lívia disse que o policial é um profissional dedicado e abnegado, cumpre mandatos, auxilia outras forças como a PF e PRF quando solicitado. A candidata disse que o aumento do efetivo da PM está nos planos de governo de Sílvio Mendes.

Na saúde, Lívia destacou a necessidade de priorizar o atendimento nas UPAs por serem as unidades que recebem a população. "Precisams aumentar o número de UPAS e destinar recursos para o melhor aparelhamento dessas unidades", disse, enfatizando que essas unidades são imprescindíveis para o atender a população sem plano de saúde. "São poucas as UPAs para a grande demanda", explica.

A candidata também destacou a valorização dos profissionais de saúde, sobretudo, a suspensão do piso da enfermagem. "Na pandemia, os enfermeiros estiveram na linha de frente no acolhimento aos pacientes", disse.

Candidata Mariana da Bancada Antirracista do PSOL (Raissa Morais)Candidata Mariana da Bancada Antirracista do PSOL (Raissa Morais)

Mariana da Bancada Antirracista

A candidata Mariana da Bancada Antirracista participou do debate abordando a forma como é feita a segurança pública no Piauí e, segundo ela, a capacitação dos profissionais da Polícia Militar é importante. "Os policiais estão no campo não para fazer vítimas, mas para defender as pessoas", esclarece.

Ao ser questionada sobre empreendedorismo, Mariana falou da necessidade de investimentos, acesso facilitado ao crédito e defendeu a formalização do mercado de trabalho. "Falta crédito para desenvolver o empreendedorismo para que os pequenos negócios sejam autossustentáveis e realmente possa trazer trabalho para as comunidades. Precisamos reduzir as altas taxas de juros", afirma.

A candidata disse que o programa do PSOL, Piauí para o Bem Viver, contempla propostas para o pequeno empreendedor com créditos a juros mais baixos, a geração de emprego e a redução da informalidade.

Mariana também falou sobre o combate ao feminicídio, do pacto nacional pela vidas mulheres e defendeu políticas públicas de prevenção ao feminicídio e destacou que o combate à violência contra a mulher passa também pela educação. "Há necessidade de uma política de educação de combate à violência contra a mulher dentro das escolas a partir do ensino básico", disse.