Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Instituto Amostragem acerta resultado da eleição em Teresina

O Instituto Amostragem acertou o resultado das eleições municipais em Teresina, tanto no Executivo quanto no Legislativo.

Compartilhe

O Instituto Amostragem acertou o resultado das eleições municipais em Teresina, tanto no Executivo quanto no Legislativo. O último levantamento que apontava as intenções de votos na capital piauiense foi realizado na antevéspera do pleito, sendo divulgado pelo Jornal Meio Norte no dia 14 de novembro. Dentro da margem de erro, os números entraram em consonância com os dados consolidados oficialmente pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), evidenciando a credibilidade da mensuração no município. 

Em Teresina, o Amostragem cravou o segundo turno, apontando Dr Pessoa (MDB) na liderança com 37,43% das intenções de voto; nas urnas o candidato conquistou 34,53%, ou seja, o resultado ficou dentro da margem de erro de 3,39 pontos percentuais para mais ou para menos da pesquisa. O levantamento mostrava o ex-secretário municipal de educação Kleber Montezuma na segunda posição com 27,79%, o que se confirmou na votação, em que o pleiteante obteve 26,70%. 

Outra tendência apontada pelo Instituto Amostragem e que foi confirmada nas urnas versava para o desempenho surpreendente de Gessy Fonseca, com um crescimento consolidado na reta final, apesar do número final ter escapado por décimos da margem de erro; a última pesquisa mostrava a candidata do PSC com 8,52%, na votação ela conquistou 12,14%. 

Também houve um acerto quanto ao resultado do petista Fábio Novo, o ex-secretário de cultura aparecia com 11,31% na pesquisa Amostragem realizada em 13 de novembro, alcançando 11,50% no resultado oficial. 

“Os acertos do instituto no geral foram muito bons, principalmente em Teresina, conforme a tabela, com exceção da Gessy onde apontamos que ela possuíram 8,52% dos votos válidos, ela teve 12%, nossa margem de erro e a diferença dela para o que havíamos estimado era 3,62%, podíamos errar até 3,39%, fugiu um pouquinho de margem de erro, então a nossa precisão foi boa”, indicou o diretor presidente do Instituto Amostragem, Batista Teles. 

Diretor presidente do Instituto Amostragem, Batista Teles

Além disso, o instituto evidenciava a queda do ex-secretário de segurança Fábio Abreu (PL) na corrida eleitoral, o que acabou se confirmando nas urnas. O Amostragem mostrava o candidato com 8,52% das intenções de votos, na apuração final obteve 7,02%. Um resultado que se enquadra dentro da margem definida no levantamento. 

Entre os demais candidatos, o Amostragem cravou a colocação de cada um, como também acertou a porcentagem, ficando todas elas dentro da margem de erro. Com o resultado do trabalho, Batista Teles avaliou que o desempenho do instituto foi bastante positivo, possuindo um alto índice de acertos, não só na capital como também no interior do Estado. “A avaliação geral na campanha de 2020 foi muito boa, considerando ainda mais que essa campanha foi atípica por conta da pandemia, o eleitor colocou na sua agenda de vida a eleição de uma forma muito mais protelada, os especialistas diziam que os eleitores iriam fazer nos últimos momentos a sua escolha. O Instituto Amostragem teve uma margem de acertos de mais de 90%”, frisou.

Instituto Amostragem acertou 20 dos eleitos para a Câmara

Nas eleições proporcionais em Teresina, a pesquisa realizada pelo Instituto Amostragem também foi bem sucedida, tendo em vista que acertou 20 dos 29 eleitos no pleito, tendo em vista a gama de candidaturas: quase 700, o resultado foi extremamente positivo. 

“Considerando que o voto proporcional, no caso dos vereadores, é muito mais complexo, e a gente chegou de 29 acertamos 20, então o acerto é de 68,96%, o que também é considerável”, indicou Batista Teles, diretor-presidente do Amostragem. 

Na pesquisa, o instituto acertou os Acertou os mais votados no MDB, PSDB, PP, PSD, PSL, Republicanos. Dentre os vitoriosos no pleito cravou a reeleição de Jeová Alencar (MDB), assim como do Dr Luiz Lobão. No PSDB acertou a reeleição de Gustavo de Carvalho e Edson Melo, assim como a vitória do exsuperintendente da SDU, Paulo Lopes.

 Também acertou a bancada do Progressistas: Aluísio Sampaio, Neto do Angelim e Valdemir Virgino. Pelo Partido dos Trabalhadores cravou a reeleição de Dudu e Deolindo Moura. 

No PSD cravou a renovação com Ismael Silva e a volta de Renato Berger. Ainda consolidou os acertos no PDT, com a reeleição de Enzo Samuel e Evandro Hidd. No PSL também acertou os dois eleitos para compor a bancada da legenda: Luís André e Teresinha Medeiros. No Republicanos, apontava Levino de Jesus como o mais votado, acertando ainda a eleição de Thanandra Sarapatinhas pelo Patriotas e Dr. Leonardo pelo PL. 


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar