Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Pedro Laurentino é sabatinado por outros candidatos no Jornal Agora

A sabatina "Bate Rebate, o Debate" é um formato é inédito na tv brasileira.

Compartilhe

Na edição do 'Jogo do Poder' de quarta-feira, 28 de outubro, foi dado andamento a sabatina 'Bate Rebate, o Debate', em que os candidatos à Prefeitura de Teresina fazem perguntas ao adversário convidado. O décimo primeiro confrontado foi o candidato do UP, Pedro Laurentino. Apresentado pelo jornalista Amadeu Campos, o formato é inédito na tv brasileira. 

Dr Pessoa questionou sobre as ações para comunidades vulneráveis. "Em teresina muitas crianças morrem por verminoses e desinterias, segundo a OMS a cada 1 real investido em saneamento, se economiza 9 reais em saúde na ponta", disse. 

O candidato Fábio Abreu (PL) perguntou sobre as propostas para a relação entre empresários e o município. "Candidato eu diria que para enfrentar a situação de paralisia da economia, é necessário ter investimento público, para nós este investimento precisa chegar diretamente na ponta, é preciso fazer mutirões habitacionais trazendo a mão de obra", disse. 

O candidato Fábio Novo (PT) não enviou questionamento e foi sorteado o tema saúdde. "Queremos lamentar profundamente o presidente querendo privatizar o SUS, sobre saúde nossa prioridade é a saúde preventiva, investir em saneamento básico e vamos ter uma atenção também na saúde mental", afirmou. 

Fábio Sérvio (PROS) questionou sobre a relação com a Câmara dos Vereadores. "Vamos montar um Conselho Popular, onde por exemplo o Plano Diretor será discutido por ele, nossa proposta é toda a comunidade discutir o orçamento e quando chegar na CMT com certeza o bom vereador vai se integrar no nosso projeto", frisou. 

Gervásio Santos (PSTU) perguntou sobre o tratamento do servidor público municipal. "Vamos reforçar o regime jurídico único, nada de Reforma Administrativa, estabilidade não é privilégio, é um direito para que não se submeta a certas agressões", disse. 

Gessy Fonseca (PSC) não encaminhou pergunta e foi sorteado o tema educação. "Para nós a educação que funciona é em tempo integral, o que vemos cada vez mais em Teresina são as crianças fazendo malabarismos nos semáforos, não é verdade que a escola de Teresina é um mar de rosas, para nós a escola é escola em tempo integral", sinalizou. 

Kleber Montezuma não enviou questionamento e foi sorteado o tema terceira idade. "Quero lamentar a deselegância do candidato em não enviar a pergunta; a primeira coisa da terceira idade é termos uma aposentadoria decente; segunda você tem que ter ações importantes, acho aquelas academias de bairro interessantes", respondeu. 

Lourdes Melo (PCO) questionou o posicionamento do candidato em um eventual segundo turno. "Não vamos colocar o carro na frente dos bois, com certeza não há nenhuma possibilidade do Unidade Popular apoiar alguma candidatura de direita, vamos aguardar o segundo turno, quem sabe não estaremos lá", frisou. 

Lucineide Barros (PSOL) questionou sobre o serviço público. "Vamos reforçar o serviço público, e somos contra a Reforma Administrativa", disse. 

Major Diego Melo (Patriota) questionou sobre o fundo eleitoral. "Com relação ao dinheiro da campanha estamos de pleno acordo, isso é uma agressão ao povo empobrecido, e com certeza se chegarem à Prefeitura vão devolver timtim por timtim o que receberam, loteando a Prefeitura", respondeu.

Mário Rogério (Cidadania) questionou sobre os projetos para a redução do desemprego. "Investimento público, teve a Reforma trabalhista e não gerou um emprego no país, outra forma de emprego para a juventude são os call centers que vem explorar mão de obra barata, e esses trabalhadores tem um trabalho extremamente duro, difícil", comentou. 

Simone Pereira (PSD) perguntou a opinião dos candidatos no que os tucanos são mais competentes em esconder as mazelas da corrupção ou em vender uma boa imagem."A administração dos tucanos é para os ricos, eles tem essa capacidade de vencer aquilo que não produziram, eles vendem uma imagem, mas a realidade é outra", disse.

Assista a sabatina na íntegra:



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar