O candidato do PSDB, Eduardo Leite, lidera a disputa eleitoral no Rio Grande do Sul com 32% das intenções de voto. Em segundo lugar aparece Onyx Lorenzoni (PL) com 19% e em seguida Edegar Pretto com 7%. Os números são da Pesquisa do Ipec (ex-Ibope) divulgada nesta segunda-feira (15) pela TV Globo.

Eduardo Leite tem 32% e Onyx Lorenzoni, 19%, diz pesquisa Ipec no Rio Grande do Sul Foto: Andre Freitas-José Dias Eduardo Leite tem 32% e Onyx Lorenzoni, 19%, diz pesquisa Ipec no Rio Grande do Sul Foto: Andre Freitas-José Dias 

A pesquisa ouviu 1.008 pessoas entre os dias 12 e 15 de agosto em 56 municípios. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, considerando nível de confiança de 95%. 

A pesquisa foi contratada pela RBS PARTICIPAÇÕES S.A e registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-04133/2022 e no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número RS-08381/2022.

Resposta estimulada e única, em %:

-Eduardo Leite (PSDB): 32%

-Onyx Lorenzoni (PL): 19%

-Edegar Pretto (PT): 7%

-Luis Carlos Heinze (PP): 6%

-Vieira da Cunha (PDT): 3%

-Rejane de Oliveira (PSTU): 2%

-Roberto Argenta (PSC): 2%

-Paulo Roberto (PCO): 1%

-Ricardo Jobim (Novo): 1%

-Vicente Bogo (PSB): 1%

-Carlos Messalla (PCB): 0%

-Brancos e nulos: 12%

-Não souberam: 14%

Rejeição

A pesquisa também revelou que Eduardo Leite (PSDB) tem também a maior rejeição entre os candidatos ao governo do Rio Grande do Sul.

A parcela de 32% dos entrevistados afirma que não votaria de jeito nenhum em Leite. Na sequência aparece Onyx Lorenzoni (PL), com 18% de rejeição.

Candidatos em que não votariam de jeito nenhum, em %: 

-Eduardo Leite (PSDB): 32%

-Onyx Lorenzoni (PL): 18%

-Edegar Pretto (PT): 6%

-Luis Carlos Heinze (PP): 6%

-Vieira da Cunha (PDT): 6%

-Paulo Roberto (PCO): 5%

-Roberto Argenta (PSC): 4%

-Vicente Bogo (PSB): 4%

-Carlos Messalla (PCB): 3%

-Rejane de Oliveira (PSTU): 3%

-Ricardo Jobim (Novo): 3%

-Poderia votar em todos: 9%

-Não souberam: 22%