O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), disse nesta sexta-feira (18) que o país terá responsabilidade fiscal em seu governo, sem necessariamente precisar atender "tudo que o sistema financeiro quer".

Lula concedeu entrevista ao lado do primeiro-ministro de Portugal, Antônio Costa Foto: Reprodução-Youtube Lula concedeu entrevista ao lado do primeiro-ministro de Portugal, Antônio Costa Foto: Reprodução-Youtube 

O presidente eleito deu as declarações em Lisboa, ao lado do primeiro-ministro de Portugal, António Costa. Os dois tiveram um encontro nesta tarde (noite no horário local) e depois falaram com a imprensa.

Lula foi questionado sobre as críticas que o governo eleito tem recebido em relação à política fiscal. Uma proposta de emenda à Constituição (PEC) elaborada pela equipe de Lula prevê que o próximo governo gaste além do teto de gastos para garantir benefícios sociais, como o Bolsa Família no valor de R$ 600.

"Aprendi com a minha mãe que era analfabeta que a gente só pode gastar o que a gente tem ou o que a gente ganha, mas se a gente tiver que fazer uma dívida para construir um ativo novo, que a gente faça com responsabilidade, para que o país possa voltar a crescer. Então eu vou cuidar do povo brasileiro, com muito respeito, com muita autoridade. Eu quero dizer alto e bom som: Eu tenho um compromisso com o povo brasileiro, afirmou Lula.

"Eu vou voltar a aumentar o salário todo ano, eu vou voltar a gerar emprego neste país, e nós vamos voltar a ser responsáveis do ponto de vista fiscal, sem precisar atender tudo que o sistema financeiro quer", completou Lula.

Reinar a paz

Lula disse que o Brasil tem que voltar a "viver democraticamente com a diversidade". Lula também afirmou que deseja que a "paz volte a reinar no país".

"Queremos que na sociedade brasileira volte a reinar a paz, que a gente volte a conviver democraticamente na diversidade, porque sem tranquilidade não é possível fazer um país voltar a crescer, gerar empregos e distribuir as riquezas que o povo precisa", afirmou Lula.

Compromisso com o meio ambiente

Ao lado de Costa, Lula também reafirmou o compromisso do Brasil com a preservação do meio ambiente.

"Não temos dois planetas Terra", disse Lula.

Lula visitou Portugal na volta do Egito, onde participou da COP 27, a conferência da ONU para assuntos climáticos.