Após acusação de estupro, “rachadinha” e abuso de autoridade, a Câmara dos Vereadores de Praia Grande, no litoral de São Paulo, analisa o pedido de cassação do vereador Whelliton Silva (PL), que é ex-jogador de futebol, com passagens por Flamengo Santos. O vereador nega as acusações.

Segundo o G1, o pedido foi protocolado pela moradora Letícia Almeida Holanda de Albuquerque. De acordo com a vítima, o suposto estupro gerou um “grave abalo psicológico, resultando em pensamentos suicidas e internação de urgência". Na denúncia apresentada, há a alegação de uso de medicamentos, além da proibição de bebidas alcoólicas. 

Além do crime sexual, o vereador teria prometido a Letícia um emprego como assessora parlamentar, com o salário em torno de R$ 2,4 mil por mês.

Ex-atacante do Flamengo, vereador do PL é denunciado por estrupo (Foto: Redes Sociais)Ex-atacante do Flamengo, vereador do PL é denunciado por estrupo (Foto: Redes Sociais)PROCESSO ARQUIVADO

A análise dos casos será de responsabilidade do presidente da Legislativo, Cadu Barbosa (PTB), além dos vereadores Hugulino Alves Ribeiro (PSDB) e Romulo Brasil Rebouças (Pode). Vale destacar que, desde terça-feira (13), começou a valer o prazo de 90 dias para o estudo do caso e, caso não haja julgamento até o prazo citado, o processo será arquivado.

De acordo com o vereador, a denúncia de estupro foi motivada por vingança, já que a denunciante acabou não sendo nomeada assessora “por incompetência”. Sobre a “rachadinha”, Whelliton disse por meio de nota que “é um outro absurdo. Como pode haver este ilícito, se nem mesmo houve nomeação. As acusações de abuso de poder, que segundo ela eu utilizei meu cargo para acionar a Guarda Municipal, são até um insulto à nossa valorosa GCM“.

O vereador ainda afirmou que a denúncia é irresponsável e armada. Além disso, declarou estar tranquilo em relação ao episódio. “Quanto a abertura de comissão de ética para apurar um fato que não tem nenhuma prova, digo nenhuma prova, estou muito tranquilo”.

Ex-atacante do Flamengo, vereador do PL é denunciado por estupro - Imagem 2

Ex-atacante do Flamengo, vereador do PL é denunciado por estrupo (Foto: Redes Sociais)

EX-JOGADOR

No futebol, Whelliton era atacante e fez parte do Santos vice-campeão brasileiro de 1993, quando tinha 19 anos. Pelo Flamengo ele atuou em apenas 19 partidas em 2004.

O ex-jogador também defendeu as camisas de Vila Nova, Anápolis, Santo André, Corinthians Alagoano, Boavista (Portugal), e CRB.