mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Gerentes não recomendam importação da Sputnik V pelo Piauí

Imunizante russo produzido pelo Instituto Gamaleya tem mais de 90% de eficácia contra a Covid

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) se reuniu, extraordinariamente, na segunda-feira (26) para analisar os pedidos de importação da Sputnik V, incluindo o realizado pelo Piauí, para a aquisição de 2,1 milhões de doses. 

Na ocasião, a área técnica representada pelos gerentes Suzie Marie Gomes, Ana Carolina Moreira Marino e Gustavo Mendes Lima Santos expuseram os estudos relacionados ao imunizante russo, produzido pelo Instituto Gamaleya, e não recomendaram a autorização da importação pelos entes federativos. 

Com base nos relatórios apresentados, o relator dos pedidos, Alex Machado Campos, votou por negar os pedidos de importação da Sputnik V feito pelos Estados. Até o fechamento desta edição os demais diretores da Anvisa não haviam proferido o voto. 

Cabe indicar que o ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, deu autorização para que a partir do dia 29 de abril, Estados como o Piauí importem a Sputnik V. 

No domingo (25), o governador Wellington Dias (PT) teceu críticas pela demora na autorização da importação pela Anvisa. 

"É simplesmente inacreditável… e o povo adoecendo e morrendo no Brasil por falta de vacinas para Covid-19. Sem a licença para importação a vacina Sputnik, comprada pelos estados, não pode vir para o Brasil. Vamos perder a remessa deste mês de abril", complementou. 

Diretoria da Anvisa analisa o pedido de importação da vacina russa feita pelos Estados (Foto: Reprodução)Diretoria da Anvisa analisa o pedido de importação da vacina russa feita pelos Estados (Foto: Reprodução)

Atualização às 20h47

O relator Alex Machado Campos vota por negar os pedidos de importação da Sputnik V feito pelos Estados. 

Atualização às 19h49

Os técnicos da Anvisa recomendaram negar pedido de importação da vacina russa; agora, o diretor Alex Machado Campos discursa e apresentará o seu voto. 

Atualização às 19h26 

Em mais uma análise técnica, a gerente-geral de Monitoramento de Produtos Sujeitos à Vigilância Sanitária, Suzie Marie Gomes, explica os aspectos de segurança da Sputnik V, analisando também a qualidade e eficácia. 

A gerente não recomendou a autorização da importação da Sputnik V devido a ausência de dados e falhas detectadas nas etapas de desenvolvimento da vacina. 

Atualização às 19h04

Agora, a gerente-geral de Inspeção e Fiscalização Sanitária, Ana Carolina Moreira Marino Araujo expõe as tratativas para o agendamento da análise do laboratório e da produção na Rússia.

Atualização às 18h41

O gerente geral de medicamentos e produtos biológicos da Anvisa, Gustavo Mendes Lima Santos fala dos aspectos da vacina que não foram bem estudados pela Agência e o impacto na avaliação do imunizante russo. 

Atualização às 18h16

O gerente geral de medicamentos e produtos biológicos da Anvisa, Gustavo Mendes Lima Santos faz uma exposição sobre o parecer técnico da Anvisa sobre o imunizante até o presente momento. Na análise, a segurança da vacina produzida pelo Instituto Gamaleya é averiguada.

ACOMPANHE AO VIVO


Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail