O deputado estadual Francisco Limma (PT) declarou que a oposição trabalha contra o povo do Piauí, quando se posiciona contra os pedidos de empréstimos que tramitam em regime de urgência na Assembleia Legislativa.

Segundo o deputado, não faz sentido as críticas dos deputados, pois o Piauí tem a menor taxa de comprometimento das receitas correntes líquidas dentre todos os estados brasileiros, ficando em apenas 37,17%.

“Eu tenho a responsabilidade de trazer números. Em 2002 a capacidade de endividamento do Estado somavam 164% das receitas. Em 2005, após dois anos de governo de Wellington Dias, essa capacidade caiu para 109%. Em 2009 já era de apenas 40%, subindo para 57% em 2015 e agora está em pouco mais de 37%”, disse ele.

Deputado diz que em tempos de crise, poder público deve tomar iniciativa (Thiago Amaral)Deputado diz que em tempos de crise, poder público deve tomar iniciativa (Thiago Amaral)

Equivocada

O deputado ressaltou que a oposição está equivocada quando fica contra os pedidos de recursos feitos pelo Estado, porque eles são voltados exatamente para o desenvolvimento do Piauí, na construção de novas estradas, na saúde, na educação e na oferta de serviços para a população. “A oposição trabalha contra o Piauí, contra as pessoas do nosso Estado”, afirma.

Para ele, os mais de R$ 6 bilhões que os oposicionistas alegam terem autorizado para o Estado não correspondem à realidade, pois a operações financeiras são demoradas e nem todos os recursos foram liberados até o momento. “Esses investimentos são necessários porque em tempo de crise, de pandemia, é a poder público que cabe a iniciativa de largar na frente, com a geração de empregos, de logística e fomento ao desenvolvimento”, disse.