SEÇÕES

Merlong: Prioridade é o controle da inflação e preço dos combustíveis

Merlong reforçou que 2022 é ano eleitoral e que o Brasil precisa eleger um presidente com capacidade para retomar a democracia e fazer o país crescer.

Merlong Solano | Divulgação
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

Na retomada dos trabalhos na Câmara Federal, o deputado Merlong Solano (PT) falou das expectativas para o ano que começa e destacou pautas prioritárias como o controle da inflação e do preço dos combustíveis, a valorização do salário mínimo, a revisão da política de reajustes de preços da Petrobras e a implementação da Lei Assis Carvalho.

“Vamos trabalhar de forma articulada na Câmara e no Congresso. Precisamos conter a inflação, que voltou com força e está afetando principalmente os mais pobres e a classe média, e garantir a valorização do salário mínimo – assim se protege os mais pobres, incentiva a economia e gera empregos. Também vamos dar destaque para as propostas de revogação do teto de gastos e pressionar a Petrobras a rever sua política de preços e sua política industrial, a fim de reduzir custos ao consumidor”, pontuou Merlong, elencando outras prioridades na área econômica, como o aperfeiçoamento do orçamento público e a criação do fundo de estabilização dos combustíveis.

O deputado informou que o PT vai cobrar explicações do Ministro da Economia, Paulo Guedes, a respeito da implementação da Lei Assis Carvalho, que foi aprovada no Congresso mas até agora não foi regulamentada pelo governo federal. “Depois de muita luta conseguimos aprovar a possibilidade de crédito aos agricultores familiares por meio da Lei Assis Carvalho. No entanto, o governo federal ainda não fez a regulamentação da lei, que precisa ser aplicada o quanto antes, pois muitas famílias precisam desse auxílio”, disse o petista.

Merlong destaca o alinhamento de bancadas na área da saúde (Divulgação)

Merlong destacou ainda o alinhamento das bancadas em torno de questões na área da saúde, como a apuração do apagão de dados no Ministério da Saúde; na preservação ambiental, fiscalizando o desmatamento ilegal; e no social, cobrando a ampliação do número de famílias contempladas com o Auxílio Brasil e a discussão de metas de enfrentamento à pobreza. “O PT sempre defendeu uma renda mínima de R$ 600 e vamos trabalhar por isso”, assegurou o parlamentar.

Retomar a democracia

Merlong reforçou que 2022 é ano eleitoral e que o Brasil precisa eleger um presidente com capacidade para retomar a democracia e fazer o país crescer. “Teremos um ano de muita luta, um ano decisivo para o destino do nosso país. O Brasil deu um passo atrás quando escolheu um presidente sem preparo ético, moral e técnico para governar o país. Precisamos refletir sobre o Brasil que queremos. Eleger Lula e retomar o crescimento econômico e social também é nossa prioridade”, finalizou o deputado.

Tópicos