O deputado federal Merlong Solano (PT) afirmou nesta quinta-feira, 24, durante entrevista ao Programa  Banca de Sapateiro, da TV Jornal Meio Norteque a PEC da Transição, denominada por ele de PEC da Cidadania é essencial para o Brasil e deixou claro que ela é importante para governabilidade do país.

Para o deputado, se o resultado das eleições tivesse sido diferente com vitória para o atual presidente, a aprovação dessa PEC seria essencial, pois no orçamento enviado pelo atual governo ao Congresso para 2023, o Auxílio Brasil foi de R$ 105 bilhões, o que permitiria o pagamento do auxílio de apenas R$ 405,00.

Merlong Solano diz que a PEC da Cidadania vai garantir o pagamento do Bolsa Família de R$ 600,00 e mais R4 150,00 para crianças de até 6 anos. Para isso são necessários R$ 175 bilhões que devem ser liberados do teto de gastos.

Merlong Solano na TV Jornal Meio Norte (Celina Honório)Merlong Solano na TV Jornal Meio Norte (Celina Honório)

Para o deputado, é inadmissível o Brasil ser o maior produtor de alimentos e ter pessoas com falta de alimentos.

O deputado reconhece a dificuldade financeira do país e citou áreas como a segurança, onde instituições como a Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal estão sem recursos para fechar o ano e para 2023, os recursos destinados a essas instituições são ainda menores.

Merlong acredita que o recurso para garantir o pagamento do Bolsa Família deveria ser por tempo indeterminado, pois é impossível arrumar a economia do país em 1 ano. 

Saúde

Na entrevista, o deputado falou sobre sua atuação na Câmara Federal, com foco na saúde e destacou a aplicação de suas emendas impositivas no setor.

Ele disse que a governadora Regina Sousa entregou 61 ambulâncias para hospitais regionais e prefeituras e de suas emendas na entrega desses equipamentos foram cerca de R$ 19 milhões para  ambulâncias, além de recursos para atenção básica na saúde feita pelos municípios.

O deputado citou os recursos destinados ao Hospital São Marcos  no valor de R$ 1,6 milhão em 2022 e para o ano que vem serão R$ 1,2 milhão para o hospital que é referência no tratamento de câncer. Ele também lembrou a destinação de R$ 700 mil para o Hospital Universitário e também R$ 500 mil para o hospital filantrópico Santa Cruz, em Pedro II para o ano de 2023.

Expectativa para governo Rafael

Durante entrevista, Merlong Solano acredita que a gestão Rafael Fonteles é continuidade do mesmo grupo político com um estilo diferente. 

“O grau de dependência de Rafael Fonteles em relação ao grupo que o apoiou é maior do que o grau de dependência de Wellington Dias em relação ao grupo que o elegeu em 2014 e 2018. Nestes dois pleitos, Wellington já era uma liderança consolidada e continua sendo a maior liderança política do estado e Rafael está em ascensão”, disse, enfatizando ser natural que Rafael, que tem um aprendizado de vida diferente de Wellington.

Essas diferenças históricas, disse o deputado, repercutem sobre a forma de entender como o governo deve ser conduzido. “Ele vai ser um governador objetivo e assertivo”, declara.