Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Ministério libera mais 31 leitos de UTI para o Piauí

Unidades vão beneficiar os municípios de Teresina e Parnaíba

Compartilhe
Google Whatsapp
Siga-nos

O ministro da Saúde Nelson  Teich habilitou na quarta-feira, 06 de maio, mais 31 leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI Adulto e Pediátrico Tipo II - COVID-19) para o Piauí, estabelecendo ainda o recurso do Bloco de Manutenção das Ações e Serviços Públicos de Saúde - Grupo Coronavírus (COVID 19), a ser disponibilizado ao Estado.

Dos leitos habilitados 25 deles são para Teresina; sendo que para o Instituto de Doenças Tropicais Nathan Portella, são 10 leitos, com valor custeio por mês de R$ 480 mil; já para o Hospital Infantil Lucídio Portella são 5 leitos, num valor mensal de R$ 240 mil; e por fim, para a Maternidade Dona Evangelina Rosa, são 10 leitos, ao custeio mensal de R$ 480 mil.

Em Parnaíba, são seis leitos habilitados no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, no valor mensal de R$ 288 mil. Ao todo, as liberações envolvem um recurso na  ordem de R$ 4,4 milhões.

Divulgação -  Governo do Piauí

O pedido de habilitação para o custeio é feito pelos municípios com a anuência do estado, que garantem a estrutura para funcionamento dos leitos e o Ministério da Saúde repassa o valor que é destinado à manutenção dos serviços.

Para habilitação de novos leitos nos estados, os gestores dos estabelecimentos de saúde devem solicitar a pasta federal da saúde, conforme orienta documento publicado no Diário Oficial da União. Os hospitais, sejam eles públicos ou privados, devem informar ao Ministério da Saúde todas as internações em caso de suspeitas e/ou confirmados com Covid-19. Essas informações subsidiarão na avaliação e tomadas de decisão da pasta para atender as solicitações de acordo com o cenário epidemiológico e capacidade instalada de cada município e assim aumentar ainda mais a oferta no SUS.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Siga-nos

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar