mais

Mourão: “Guedes não foi à ONU para acompanhar assuntos da pasta”

A presença do ministro da Economia estava prevista na comitiva presidencial para Nova York

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB), que está exercendo interinamente a Presidência da República, afirmou nesta segunda-feira (20/9) que o ministro da Economia, Paulo Guedes, desistiu de acompanhar o presidente Jair Bolsonaro na 76ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) para tratar de temas em andamento na pasta.

“O ministro Paulo Guedes, que estava previsto para ir, ele não viajou exatamente para trabalhar nesse assuntos da Economia aí que tão sendo negociados”, declarou Mourão a jornalistas, ao chegar a seu gabinete nesta manhã. O general não detalhou quais seriam essas pautas.

A presença do ministro da Economia estava prevista na comitiva presidencial para Nova York, mas Guedes acabou desistindo da viagem e ficou em Brasília.

Segundo interlocutores de Guedes, o ministro está trabalhando nas negociações da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios, que envolvem o Congresso, o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Tribunal de Contas da União (TCU). Também está negociando a reforma do Imposto de Renda, cuja economia se traduz em uma das fontes para o novo Bolsa Família. 

Vice-presidente Hamilton Mourão Foto: DivulgaçãoVice-presidente Hamilton Mourão Foto: Divulgação

Segundo Mourão, antes de viajar aos Estados Unidos no domingo (19/9), Bolsonaro relatou preocupação com os níveis de desemprego no país. A declaração ocorreu após o general ser questionado acerca do aumento temporário do Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguro ou relativas a Títulos ou Valores Mobiliários (IOF) para bancar a inclusão de novas famílias no Auxílio Brasil, o novo Bolsa Família.

O vice-presidente disse que o aumento nas alíquotas visam “dar uma folga nas manobras que estão sendo feitas”. O ajuste começa a valer a partir desta segunda-feira e é válido até dezembro de 2021.

“O que eu pude entender é que, até o fim do ano, a arrecadação não é tão expressiva assim, né? R$ 2 bilhões. Vão dar alguma folga nas manobras que tão sendo feitas, até porque, como o presidente falou antes de embarcar, nós continuamos ainda com muita gente desempregada, muita gente sem perspectiva e compete ao governo auxiliar esse povo”, pontuou. 

Mourão também foi questionado sobre o discurso que o presidente Bolsonaro fará na abertura da assembleia da ONU, na manhã de terça-feira, e sobre a inclusão de temas ambientais. 

De acordo com o general, que preside o Conselho Nacional da Amazônia Legal, o tema deverá ser “um dos pontos fortes” da manifestação. Ao longo desta segunda-feira, o discurso ainda passará por ajustes, segundo o vice.

(Por: Metrópoles) 



 

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail