O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI), por meio da Seção de Voto Informatizado (SEVIN), recebeu 1.300 novas urnas eletrônicas do modelo 2020, que serão utilizadas nas próximas eleições, em outubro deste ano. Segundo o TRE, mais 1.870 urnas devem chegar até o mês de junho. 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) destinou para o TRE-PI um lote com 4.220 urnas do modelo 2020. A primeira remessa, contendo 1.050 unidades, ocorreu em janeiro deste ano. O ano do modelo corresponde ao período em que foram definidas as especificações dos equipamentos.

Os equipamentos recebidos serão agregados ao acervo já existente, de 9.143 urnas eletrônicas de diversos modelos, o que elevará o parque de urnas eletrônicas do Estado do Piauí para 13.363 urnas eletrônicas. 

Urnas eletrônicas serão usadas nas próximas eleições, em outubro deste ano | FOTO: DivulgaçãoUrnas eletrônicas serão usadas nas próximas eleições, em outubro deste ano | FOTO: Divulgação

Mais modernas

Entre as principais mudanças que apresentam as novas urnas eletrônicas modelo 2020, em relação ao modelo anterior (2015), estão: processador do tipo System on a Chip (SOC), dezoito vezes mais rápido que o modelo 2015; a bateria do tipo Lítio Ferro-Fosfato exige menos custos de conservação; o terminal do mesário passa a ter tela totalmente gráfica, sem teclado físico, e superfície sensível ao toque.

Além do modelo 2020, o TRE-PI possui, em utilização, mais cinco modelos de urnas eletrônicas, os quais serão usados nas eleições 2022 e estão assim distribuídos: 3.799 urnas modelo 2009, das quais 1.253 serão utilizadas nas eleições 2022; 2.127 urnas modelo 2010; 913 urnas modelo 2011; 395 urnas do modelo 2013; 1.709 do modelo 2015; e 4.220 (previstas) urnas do modelo 2020.

Segurança das urnas

Segundo o TRE, todo o acervo de urnas do TRE-PI é submetido, três vezes ao ano, a ciclos de manutenção periódica, visando monitorar o seu regular funcionamento. Essa atividade inclui recarga de baterias, teste exaustivo dos componentes internos, verificação de eventual falta de componentes externos e limpeza geral dos equipamentos. As novas urnas recebidas serão submetidas ao aceite técnico e à certificação, que consiste na inserção de mecanismos de segurança digital.