Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Piauí atinge menor patamar de dependência da União

Atualmente, 54% dos recursos que entram no Estado são de arrecadação própria

Compartilhe
Google Whatsapp

Balanço divulgado pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN) no último final de semana, referente ao quinto bimestre do ano (ou seja, setembro e outubro), aponta que o Piauí voltou a registrar uma queda na dependência financeira da União. A redução nos repasses federais aos entes federados aliada ao crescimento na receita própria fez com que o Estado chegasse novamente ao menor patamar da história recente em outubro. Os dados da Secretaria do Tesouro Nacional revelaram que 54% da receita corrente total do Estado corresponderam a receitas próprias (ante 53% em agosto - a mínima anterior), enquanto 46% vieram de transferências.
Com os novos indicadores, o Piauí hoje já é menos dependente da União do que uma série de Estados, como Amapá, Roraima, Acre, Tocantins, Maranhão e Sergipe. No Acre, por exemplo, 65% da Receita Corrente Total foi atribuída a transferências correntes. Ou seja, a cada R$ 10, quase R$ 6,50 não foram de receitas próprias do Estado. No Nordeste, Pernambuco é o ente menos dependente.
Cabe indicar que o Relatório Resumido da Execução Orçamentária de Estados e Distrito Federal (RREO em Foco) referem-se ao quinto bimestre de 2019. O documento traz informações fiscais consolidadas do Executivo, Legislativo, Judiciário, Ministério Público e Defensoria Pública desses entes da Federação.
Nesse sentido, os dados do "RREO em Foco" são declarados pelos próprios Estados. Por isso, diferenciam-se das estatísticas anuais que já vêm sendo publicadas pelo Tesouro conforme o Programa de Ajuste Fiscal (PAF). Com a implantação da Matriz de Saldos Contábeis a partir de janeiro de 2018, a tendência é que haja informações cada vez mais fidedignas e que esses dois boletins convirjam no futuro.



Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar