SEÇÕES

Exclusivo Presidente do PL diz que teresinense terá “legítimo conservador” em 2024

O líder comentou sobre os novos rumos que a legenda deve seguir, agora sob nova direção.

Presidente do PL diz que teresinense terá "legítimo conservador" | Reprodução
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

Prestes a assumir, oficialmente, o comando do Partido Liberal (PL) no Piauí, o novo presidente da sigla, Fabrício Aurélio concedeu entrevista ao MeioNorte.com nesta segunda-feira (26). O líder comentou sobre os novos rumos que a legenda deve seguir, agora sob nova direção.

De acordo com Fabrício, que informou estar aguardando a nominata de Brasília para ser oficializado como novo presidente do PL, a sigla continua de direita no estado, seguindo na oposição tanto ao governo federal, como estadual. Segundo ele, a estrategia é unir os nomes conservadores do Piauí para as eleições de 2024.

Estamos aguardando chegar a nominata de Brasília. Nossa intenção é unir os Conservadores do Piauí. Vamos iniciar uma nova fase do PL no PIAUÍ. O PL é o maior Partido Conservador da América Latina e deve ser a base conservadora da política nos 224 municípios do nosso Estado.

Questionado sobre os possíveis nomes que devem disputar vagas na Câmara de Vereadores em Teresina, principal colégio eleitoral bolsonarista no Piauí, o dirigente do PL preferiu não citar nomes, mas garantiu que a população de Teresina vai ter "representantes do conservadorismo".

Vamos com Calma! Tudo ao seu Tempo!!! Tanto os Teresinense, quanto os todos os Piauiense terão a oportunidade de votar em legítimos representantes do Conservadorismo. Deus, Pátria, Família e Liberdade, disse Fabrício, que articula uma chapa própria dentro do partido.

Fabrício Aurélio vai assumir o comando do PL após a jornalista Samantha Cavalca ter anunciado que não ocupará mais o cargo. A jornalista explicou que assumiu a sigla em 2022 com o objetivo de apoiar o ex-presidente Jair Bolsonaro em sua campanha de reeleição, porém, ao assumir a presidência, deparou-se com uma série de problemas e pendências judiciais.

A jornalista, Samantha Cavalca (PL), disputou a eleição proporcional do ano passado como candidata à deputada estadual. Ela conseguiu cerca de 13mil votos em Teresina. Sendo uma das maiores representantes do bolsonarismo no estado, Samantha pretende candidatar-se à vereadora de Teresina.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos