O governador eleito do Piauí, Rafael Fonteles (PT), confirmou na manhã dessa quinta-feira, 03 de novembro, mais dois nomes que irão compor a sua gestão a partir de janeiro de 2023. O juiz Washigton Bandeira foi escolhido para comandar a Secretaria de Educação; com o aceite do convite, ele terá que deixar a magistratura, como é jovem, ele teria em tese mais de três décadas de estabilidade pela frente. 

Washington Bandeira e Ellen Gera na equipe de Rafael Fonteles (Foto: Reprodução)Washington Bandeira e Ellen Gera na equipe de Rafael Fonteles (Foto: Reprodução)"Sua atuação, inclusive na transição, terá início somente após a desvinculação do cargo que atualmente ocupa", sinalizou o governador eleito.

Em nota, Washington agradece a confiança e diz que se manifestará à imprensa após desvinculação do cargo. “Agradeço a confiança em mim depositada e me comprometo a desempenhar essa nobre e grande missão com muito trabalho, dedicação, transparência, equilíbrio e diálogo com todos os atores que fazem a Educação piauiense e a sociedade em geral. Em alinhamento com o Governador eleito e em respeito às normas vigentes, minha atuação e manifestações à imprensa terão início somente após a conclusão da minha desvinculação do cargo que atualmente ocupo, o que deve ocorrer em breve”.

Já o atual secretário de Educação, Ellen Gera, também integrará a equipe; o professor aceitou comandar a Agência de Tecnologia e Informação (ATI). "Agradeço ao Dr Ellen Gera (grande profissional da área de Tecnologia da Informação), por aceitar o desafio de contribuir para a Transformação Digital que faremos no Piauí", apontou.