A governadora do Piauí, Regina Sousa, assina a tarde desta quinta-feira (21), o decreto com novas recomendações para enfrentamento ao coronavírus, que volta a infectar as pessoas no estado, inclusive provocando óbitos por síndromes respiratórias decorrentes da Covid-19

O secretário de Estado de Governo, Antonio Neto, explicou que o Comitê de Operações Emergenciais, da Secretaria de Estado da Saúde emitiu uma Nota Técnica, no final da tarde de quarta-feira (20), com novas medidas para combater a Covid-19 no estado. Regina Sousa deve assinar hoje o novo decreto (Foto: Raissa Morais)Regina Sousa deve assinar hoje o novo decreto (Foto: Raissa Morais)"A Nota Técnica foi encaminhada à Secretaria de Governo ontem e vai servir de subsídio, de fundamento, para que a gente possa publicar o decreto", disse o secretário.

Entre as medidas dispostas está a exigência do passaporte sanitário com a 4ª dose para ingressar nas repartições públicas. Confira abaixo a entrevista com Antônio Neto: 

O que levou a governadora Regina Sousa a decretar essas novas medidas, secretário?

A governadora Regina Sousa ficou bastante preocupada com os novos dados da Covid-19 no Piauí. A governadora participou da reunião do COE, ontem, e os números apresentados, o diagnóstico que o COE fez em relação à situação da Covid-19 no estado, nos leva a uma situação de alerta. Não é de pânico, não é de desespero, mas uma situação que exige das autoridades, principalmente do Governo do Estado, medidas importantes para que a gente possa conter essa nova ofensiva da Covid que está recomeçando aqui no estado.

Quais os novos protocolos contidos no decreto? 

"A nota técnica faz algumas recomendações importantes,  como a atenção redobrada em relação às escolas, às crianças. Há um protocolo, o de nº 001/2021, que estabelecia essa convivência das crianças nas escolas. O protocolo deve ser reforçoado com algumas outras medidas, com mais cuidado em relação a isso. A nota técnica encaminha a exigência para que as pessoas, ao adentrarem nas repartições públicas, apresentem o comprovante de vacina expedido pelo Programa Nacional de Imunização com aquelas doses... até a quarta dose, claro, obedecendo à faixa etária, porque de acordo com a faixa etária tem a exigência.

O decreto vale para os municípios?

A nota técnica também encaminha a necessidade de que os municípios possam aderir a essa ofensiva, a esse trabalho do Governo do Estado. [A Nota Técnica do COE] Recomenda aos setores da mídia, da imprensa, para que façam campanhas de mobilização no sentido do esclarecimento da população com relação a esses cuidados. E reforça a exigência da máscara em ambientes fechados, para que a gente possa ter um maior cuidado.

Houve um relaxamento por parte das pessoas, que não estão buscando a vacina, deixaram de usar a máscara...

A população do Piauí precisa entender que a Covid-19 não acabou. A Covid continua. E quando ela vem agregada a outros tipos de vírus, como a chikungunya, a dengue e outras, em pessoas de mais idade ou com comorbidade, isso nos traz a necessidade de ter bastante cuidado em relação a tudo isso. Por essa razão, a governadora Regina Sousa está editando hoje um decreto com novas medidas.

Além dos prefeitos, a iniciativa privada também precisa entrar nessa cruzada contra a nova onda da Covid-19 no Piauí.

A nossa prerrogativa é de Governo do Estado. Nas repartições públicas isso será exigido. Em relação aos municípios e ao setor privado a gente pede que haja uma adesão, um convencimento de que essa é uma garantia de que essas pessoas imunizadas não vão transmitir. 

Segundo levantamento do COE, os novos casos de pacientes infectados pela Covid-19 são de pessoas que não cumpriram o protocolo vacinal. 

Ao invés de fazer três, quatro doses, fizeram só uma, só duas. Isso tem demonstrado que nessa faixa de pessoas, a Covid-19 tem penetrado. E nós precisamos conter isso para que não haja uma contaminação das outras pessoas que estão imunizadas. 

A Secretaria de Estado da Saúde levantou que apenas 15% da população está com o esquema vacinal completo no Piauí. Esse dado preocupa?

Em relação ao número de pessoas que só tomaram uma dose, não cumpriram o protocolo, isso é muito sério. Porque realmente as pessoas passaram a conviver... eu falava com setores da saúde e eles disseram que a população começou a conviver com a Covid, achando a doença uma coisa simples, banal. Não é. A Covid é muito grave, é muito sério. Temos casos de pessoas que faleceram. A coronavírus é extremamente traiçoeiro, ele se renova. Nós precisamos estar atentos. Nós já temos a vacina, temos a máscara que ajuda a combater. Temos que voltar a conviver em sociedade, mas obedecendo a esses protocolos. O decreto deverá se assinado no final da tarde e nós vamos públicar no Diário Oficial desta quinta-feira.