Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Sem consenso para Presidência, processo de votação da Alepi é definido

Já os cargos de secretário ficariam, em ordem de ocupação, com Fernando Monteiro (PTB), José Santana (PMDB) e Júlio Arcoverde (PP)

Compartilhe

Representantes dos partidos que compõem as bancadas da Assembleia Legislativa estiveram reunidos na manhã de ontem na Presidência da Casa para definir os procedimentos referentes à votação do próximo domingo, 1 de fevereiro, tal como homologar as indicações para a composição da Mesa Diretora.

Além destes objetivos, o encontro também se voltou para uma nova oportunidade de consenso em relação à Chefia do Poder Legislativo, contudo, tanto Fábio Novo (PT) quanto Themístocles Filho (PMDB) parecem irredutíveis sob a possibilidade de desistência.

Desse modo, ficou definido que no dia da votação a sessão será comandada pelos decanos da Alepi, os deputados Fernando Monteiro (PTB) e Wilson Brandão (PSB), a eles caberá a coordenação dos trabalhos, tendo em vista que o presidente e o primeiro secretário são candidatos na disputa, porém ambos poderão indicar um fiscal. A determinação seguiu estritamente o que está indicado no Regimento Interno.

Quanto aos nomes apontados para a Mesa Diretora, apenas o PSDB ainda não definiu o seu representante, incumbido de ocupar a Primeira Vice-Presidência, contudo, os demais partidos já escolheram os parlamentares que ficarão nos demais cargos, apesar de que o anúncio oficial só deve
ocorrer no domingo. Neste sentido, a Segunda Vice-Presidência deve ficar com Dr. Pessoa (PSD), seguindo no mesmo cargo o terceiro e quarto posto com Flávio Nogueira (PDT) e Evaldo Gomes (PTC), respectivamente.

Já os cargos de secretário ficariam, em ordem de ocupação, com Fernando Monteiro (PTB), José Santana (PMDB) e Júlio Arcoverde (PP).

IMPASSE - Enquanto Fábio Novo ainda acredita em um consenso em torno do cargo de Presidente da Assembleia Legislativa, Filho não vê outra saída que não seja em torno do seu nome.

Disputando a reeleição, após cinco mandatos, o candidato do PMDB garante que não desistirá da disputa. "Só tem um jeito de entendimento, o deputado Fábio Novo votar no Themístocles", reiterou o atual Chefe do Legislativo.

Clique aqui e curta o Meionorte.com no Facebook


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar