Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Thammy Miranda vai assumir vaga na Câmara de Vereadores de SP

Ele será o primeiro vereador transexual a assumir o cargo em SP

Compartilhe

Thammy Miranda vai assumir uma vaga na Câmara de Vereadores de São Paulo na cadeira ocupada pelo ex-PM da Rota Conte Lopes, eleito deputado estadual em outubro. Na última eleição municipal, Thammy conquistou 12.408 votos, o que lhe garantiu o lugar de suplente do vereador pelo PP (Partido Progressista).

O ator e empresário será o primeiro vereador transexual a assumir o cargo em São Paulo e, ironizou sua chegada à Câmara. \"Num governo tão 'conservador' vem eu e assumo como vereador. Acho que Deus quer dizer algo com isso! Acredito demais em Deus\", disse nesta quinta-feira (3).

O filho de Gretchen diz que já imaginava que poderia substituir algum dos vereadores licenciados do seu partido que concorreram e foram eleitos a uma vaga na Câmara dos Deputados, e afirma que seu foco é \"lutar pelas minorias\".

\"Meu maior objetivo é fazer política para todos, de inclusão. Dar voz para as pessoas que se sentem excluídas, que se sentem invisíveis. Essa foi minha plataforma quando era candidato e será o que vou fazer quando assumir\", adiantou ele, que deverá ser convocado em fevereiro, quando a Câmara retornar do recesso. O mandato vai até 2020.

Planos de ser pai continua

O cargo político de futuro vereador não vai atrapalhar os planos de Thammy e da mulher, Andressa Ferreira, de serem pais. Em breve os dois embarcam para Miami, nos Estados Unidos, para realizar a inseminação artificial da primeira gestação do casal.

Com o doador já definido, comprado em um banco de sêmen, a expectativa agora é de que a fertilização aconteça neste procedimento inicial para que a criança nasça na cidade americana no final de 2019.

\"Nada muda, vai seguir tudo normal. O que pode acontecer é que, eu assumindo como vereador em fevereiro, talvez a Andressa realize o primeiro processo sozinha, mas a mãe dela vai acompanhá-la. Nada vai mudar no nosso plano\", afirma Thammy. 


\"
(Crédito: Divulgação)


Gretchen comemora e critica nova ministra

Gretchen comemorou a chegada de Thammy à Câmara Municipal de São Paulo e aproveitou para criticar o governo de Jair Bolsonaro e a ministra Damares Alves, que em vídeo disse que \"menino veste azul e menina veste rosa\". A declaração da chefe da pasta Mulher, Família e Direitos Humanos foi ironizada por outros famosos.

\"Em um governo onde tiram os direitos dos LGBTs e dizem que 'menina veste rosa e menino veste azul', vem a justiça divina e coloca você nessa cadeira para ser a voz de quem precisa\", escreveu Gretchen em seu Facebook. No Twitter, ela complementou: \"Deus não dorme\". Minutos depois da publicação, Thammy respondeu a mãe: \"Vai ter muito orgulho de mim\".

Gretchen citou a retirada de direitos dos LGBTs em referência à MP 870, a primeira medida provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, sobre políticas de Direitos Humanos. O texto não cita a comunidade gay, como constava anteriormente, fato criticado por parte da população.








Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar