Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

THE: Castro admite colicação com PSDB

Marcelo Castro disse que a base de apoio ao governador Wellington Dias não está mais unida no i

Compartilhe

O deputado federal Marcelo Castro disse, em entrevista ao Jornal Meio Norte, que a base de apoio ao governador Wellington Dias n?o est? mais unida no interior do Estado, nem na capital para as elei?es municipais, j? que o PTB, est? no arco da oposi??o em Teresina. Ele falou que indo apoiar candidato fora da base, o PMDB dever? optar em apoiar e participar da campanha de reelei??o do prefeito S?lvio Mendes (PSDB). ?

Era de se esperar que a base do governo ficasse unida pelo menos na capital, mas j? n?o est? porque o o PTB j? est? fora, porque j? tem a candidatura de Osmar J?nior, que ? uma candidatura da base, j? tem apoio do PDT , que ? tamb?m da base, e n?o est? dentro desse contexto geral. Indo apoiar um candidato fora da base, eu acho que o PMDB dever? optar pelo prefeito S?lvio Mendes?, afirmou Marcelo Castro, que faz um balan?o positivo de seus mandatos como parlamentar por ter conseguido os re cursos para constru??o e recupera??o das estradas federais no Piau?, trabalho pelo qual tem muito orgulho.

Meio Norte: ? Como o senhor est? vendo a demora na vota??o do Or?amento Geral da Uni?o?

Marcelo Castro: ? Eu acho que houve uma radicaliza??o muito grande da oposi??o, que no meu entender n?o tinha motivo real para evitar a vota??o do or?amento. Tudo est? em conformidade com o que foi decidido de maneira transparente ao longo da confec??o desse or?amento. Todas as bancadas est?o participando do governo e da oposi??o. Na hora de votar o Or?amento, no final, a oposi??o come?a a enxergar dificuldades que n?o enxergou durante todo o processo de confec??o. Me parece mais um movimento pol?tico, com objetivos pol?ticos do que qualquer outra finalidade.

Meio Norte: ? O Piau? ficar? prejudicado com o atraso na vota??o do Or?amento Geral da Uni?o?

Marcelo Castro: ? O Piau? n?o est? prejudicado. O que n?s precisamos ? votar o Or?amento porque se n?o votarmos os grandes prejudicados ser?o os parlamentares que n?o ter?o emendas, sem o or?amento, mas o Governo Federal n?o ser? o grande prejudicado porque o governo tem o instrumento de editar Medidas Provis?rias e vai ter que administrar o pa?s com or?amento ou sem or?amento. Agora, o Piau? foi contemplado com v?rias emendas que a bancada apresentou e n?s estamos lutando para colocar o Piau? no patamar que v?nhamos recebendo nos ?ltimos anos.

Este ano, apesar do relator ser do PT, amigo de Wellington Dias, ser cearense, de Estado nosso vizinho, ter nascido no Piau?, ser piauiense de nascimento, o Piau? n?o foi contemplado com os valores que v?nhamos recebendo nos ?ltimos anos. N?s estamos com um percentual de 3,2% do total do Or?amento destinado ?s emendas de bancada quando a m?dia do Piau? ? de 3,54%. N?s esper?vamos pelo menos ficar na m?dia, e, com a expectativa mais otimista, por ser o relator piauiense, por ser nordestino, por ser do PT, por ser amigo de Wellington Dias, de ficar a acima da

m?dia, mas isso n?o aconteceu. Estamos abaixo da m?dia. Os recursos das emendas de bancada para o Piau? ficaram em torno de R$ 260 milh?es e no ano passado ficaram em R$ 300 milh?es, uma redu??o de R$ 40 milh?es.

Meio Norte: ? Em rela??o ?s elei?es municipais, qual vai ser o comportamento do PMDB em Teresina?

Marcelo Castro: ? O PMDB em Teresina ? administrado e comandado pelo deputado Them?stocles Filho. ? o presidente da Assembl?ia Legislativa, ? o presidente do partido, sempre teve vota??o expressiva em Teresina e ? quem tem o controle e o comando do Diret?rio. Ent?o, o deputado Them?stocles Filho est? fazendo as avalia?es para definir o que o eleitor do PMDB est? querendo do partido, naturalmente para que o PMDB possa agir de conformidade com esse desejo do eleitor. Eu vejo que o PMDB tem algumas alternativas: primeiro, o lan?amento de candidatura pr?pria, que

seria o pr?prio Them?stocles; segundo, permanecer na base do governo e apoiar um candidato do governo, fazendo uma coliga??o, uma jun??o com a base do governo e permanecer nela.

Quem s


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar