mais

W. Dias cobra inclusão da Sputnik no Plano Nacional de Imunização

Governador enviou ofício ao ministro Queiroga solicitando a inclusão da Sputnik V no PNI.

Presidente do Consórcio Nordeste e coordenador do Fórum de Governadores do Brasil para o tema vacina, Wellington Dias encaminhou ofício ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, tratando sobre a disponibilização da vacina Sputnik-V para o Plano Nacional de Imunização (PNI).

A importação  excepcional da vacina foi aprovada pela Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), no último dia 4 de junho de 2021. No documento, o Consórcio Nordeste oferta ao Ministério da Saúde a incorporação das doses adquiridas no Plano Nacional de Imunização. 

Segundo o governador Wellington Dias, a tardia decisão da ANVISA que, apenas após decisão do Supremo Tribunal Federal, autorizou de forma excepcional a importação e o uso da vacina Sputnik-V é fruto de árdua luta dos Estados Nordestinos e de outras regiões que, desde o início de 2020, tem empenhado esforços hercúleos no combate à pandemia, não só na redução da transmissibilidade, do adoecimento e da hospitalização, mas também para a aquisição, distribuição e no apoio aos Municípios na aplicação das vacinas disponíveis.

Governador pediu em ofício a inclusão da Sputnik no PNI Governador pediu em ofício a inclusão da Sputnik no PNI 

Sputnik foi adquirida sem intermediários

"A vacina Sputnik-V foi adquirida pelos Estados integrantes do Consórcio Nordeste diretamente do Russian Direct Investment Fund (RDIF), sem intermediários, com cronograma de fornecimento que assegura entregas imediatas em quantitativos que permitem a ampliação da imunização da população brasileira. Sem o retardo no processo de autorização e sem as arbitrárias condições restritivas impostas, que não consideram a situação calamitosa vivenciada pelos brasileiros e brasileiras que choram mais de 500mil mortes pela Covid-19, já teríamos vacinado com a Sputnik-V mais de 37 milhões de brasileiros de acordo com o cronograma originalmente pactuado neste mês de julho", cita o governador no documento enviado ao ministro Marcelo Queiroga.

O Consórcio Nordeste mantém a posição de inclusão deste imunizante no Plano Nacional de Imunização, por entender ser este extremamente necessário para a ampliação da vacinação em nosso país. 

O governador declarou que ficou surpreso com repercussão na imprensa em todo o Brasil de que o ministro Queiroga teria afirmado que o Pais teria quantitativo suficiente de vacinas e não haveria necessidade da Sputnik. 

Nesta quinta-feira, 21, às 14h, haverá reunião do Consórcio Nordeste com o Fundo Soberano Russo para tratar sobre cronograma de chegada das vacinas.

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail