Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

Advogado e piloto, Nazareno Thé fala sobre acidente com Teori

Compartilhe

O Advogado e Piloto Nazareno Thé, durante entrevista ao vivo no Agora, da Rede Meio Norte, falou sobre as causas do acidente que vitimou o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki, que morreu após a queda de um avião em Paraty, no litoral sul do Rio de Janeiro, na quinta-feira (19)

“Todo voo é um voo diferente. Você pode fazer aquele mesmo trajeto, mas cada um tem seu próprio jeito de fazer, porque o tempo muda e é inconstante, muito menos seu equipamento e muitos outros fatores que podem contribuir. Agora, eu creio que existe uma cosia que é muito interessante para nós levantarmos aqui: piloto profissional está sujeito às ordens do dono do avião, sob pena de perder o emprego. Quantas vezes pilotos chegaram té mim para falar de casos assim, mostrando exatamente que que o dono  só iria se o voo fosse tal hora para chegar hora tal, e caba tendo acidente. A visibilidade era minima”, contou.

 Nazareno Thé (Crédito: Ana Cláudia)
Nazareno Thé fala sobre acidente com ministro Teori (Crédito: Ana Cláudia)

De acordo com Nazareno, o mau tempo pode ter contribuído bastante como causa do acidente“A neblina, quanto menor a cotícula d'água e mais junta, mais difícil é ,a visibilidade, tampa tudo. CD é um tipo de nuvem, onde existe concentração de eletricidade. Por exemplo, meu avião possui um equipamento que me diz a localização do CD e a quantidade de cruizinhas vermelhas. Então, vou ter que me mover para esquerda, direita e pode até ter um problema com o avião", acrescentou. 

“O dono pode ter exigido que ele [piloto] continuasse com o voo, porque tinha que chegar em determinado lugar,porque não sei quem estava esperando. Isso é uma das possibilidades", continuou. 

Experiente, Nazareno explica em quais situações podem ter ocorrido o acidente. “O piloto tem que ver três limites: os equipamentos disponíveis, o limite dele mesmo, saber até onde pode ir, e o limite do tempo. Se você não respeitar, entra em uma situação vulnerável. Eu não acredito em tentativa de matar. Ele era uma das pessoas mais importantes, tendo em vista todo o trabalho que ele desenvolveu. Então, se alguém quisesse matar um ministro desse, não seria algo de improviso", contou. 

Nazareno Thé (Crédito: Ana Claúdia)
Nazareno Thé (Crédito: Ana Claúdia)



Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar