Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

Agespisa se compromete em trocar instalações velhas para evitar desperdícios de água em Teresina

Compartilhe

O Piauí desperdiçou 51,8% de água tratada, um dos índices de desperdício mais altos do Brasil. O Brasil desperdiçou 37% de toda a água tratada em 2013, segundo relatório do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), serviço ligado ao Ministério das Cidades. Os números de 2013 são os mais recentes divulgados.

A média se manteve estável com relação ao verificado em 2012. O ideal, segundo o estudo, é que o índice de desperdício fique abaixo de 20%.

A principal causa que o SNIS aponta para a água que não chega ao consumidor são “vazamentos em adutoras, redes, ramais, conexões e reservatórios” das prestadoras de serviço responsáveis pelo abastecimento.

As regiões Norte e Nordeste são as únicas com taxas de desperdício maior que a média nacional, 50,8% e 45% respectivamente. Depois vêm as regiões Sul (35,1%), Centro-Oeste (33,4%) e Sudeste (33,4%). Entre os estados, o Distrito Federal teve o menor desperdício (27,3%), e o Amapá teve o maior (76,5%).

Ainda de acordo com o levantamento, dez capitais brasileiras têm índice abaixo da média nacional. São elas, na ordem crescente de taxa de desperdício: Goiânia, Porto Alegre, Brasília, Campo Grande, Rio de Janeiro, Vitória, Florianópolis, Palmas, São Paulo e Belo Horizonte. O pior índice de desperdício nas capitais é em Macapá, 73,6%.

Segundo o Superintendente metropolitano da Agespisa, Orlando Aires, o órgão agirá para combater esse desperdício, mas é importante que a população faça sua parte.

"As perdas são diferentes em relação ao volume de água. São perdas físicas e perdas provenientes de desvios de água em ligações clandestinas. O problema maior é no centro de Teresina onde as instalações são velhas o que resulta em muitos vazamentos. A Agespisa se compromete em trocar as instalações velhas, mas também pedimos que as pessoas façam uso racional da água para evitar desperdício", disse Orlando Aires. 

 





Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar