Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

Antônio José Lira quer oposição forte nas eleições municipais

Compartilhe

Na tarde dessa segunda-feira (29/10), o programa Agora realizou uma entrevista em seus estúdios com ex-vereador de Teresina e ex- candidato ao Senado pelo PSL, Antônio José Lira, que falou sobre a repercussão da vitória de Jair Bolsonaro e uma possível candidatura para prefeitura de Teresina. 

Amadeu Campos, em primeiro lugar, como está o joelho? 

R. O joelho está bem, foram muitos pulos com 170, quero agradecer a população que votou em mim. eu chegava em algumas cidades como Valença do Piauí, tinha gente lá embaixo no palanque gritando meu número, estou fazendo hidroterapia e vamos fazer uma análise médica.

Arimatea Carvalho: Qual o seu futuro político agora? Sua votação na capital foi muito expressiva. A eleição municipal vem aí daqui há dois anos, vai tentar voltar a Câmara como vereador ou tem ambições maiores?

R. No total eu recebi 58.336 votos, foi uma votação expressiva. Agora política eu tenho como missão, o que eu serei candidato quem vai dizer é Deus e o povo, estou credenciado para ser pré-candidato a prefeito de Teresina, conheço a cidade, tive voto, Teresina me conhece, nunca tive minha vida manchada com corrupção, posso ficar no PSL, não tenho motivos para sair.

Samantha Cavalca: Você está credenciado para disputar a Prefeitura de Teresina, mas o Fábio Sérvio que é do PSL também disse que pode concorrer em 2020, vai existir algum atrito? Como está a relação de vocês hoje também?

R. Eu não mudei nenhuma opinião com relação ao meu candidato a governador Fabio Sérvio, sempre disse que ele era o mais preparado, no debate mostrou isso, sempre tive um laço de amizade com ele, agora é um grande candidato a prefeitura de Teresina, por que não? É do PSL também, nós podemos ter um entendimento. Agora hoje estou credenciado por uma votação expressiva e minha história em Teresina.

Ananias Ribeiro: O senhor não está fazendo caminho para uma candidatura de Jeová Alencar não?

R. Jeová Alencar também se por ventura sair candidato a prefeito de Teresina, que é uma decisão dele, Teresina teria, na minha opinião, o maior prefeito de sua história porque o Jeová vem do povo, conhece as dificuldades do povo, um cidadão que foi criado nas vilas, venceu nas vilas e nunca abandonou as vilas.


Amadeu Campos: O que você espera do Jair Bolsonaro principalmente na situação atual, com uma economia difícil, desemprego, reformas.

R. A votação expressiva, vitória do nosso presidente Jair Bolsonaro veio em cima da eleição de um povo, foi a primeira eleição que eu vi na minha vida que tinha uma carreata, o povo tirando dinheiro do bolso para pagar gasolina, comprando camisa, mandando confeccionar adesivos, ele vai resolver um por um dos problemas. O primeiro é a segurança pública e a outra é o combate a corrupção.

Ananias Ribeiro: Quem vai ser a liderança do Bolsonaro no Piauí?

R. O povo, nós temos que descer do palanque. Mas também poderá ser Fábio Sérvio. O Piauí tem 10 deputados federais, o ideal é que os 10 fossem em Brasília junto com os três senadores, e com o próprio governador e se coloquem a disposição para que se faça um país melhor , como é que vai bater de frente com um presidente que foi legitimado pelo povo?

Arimatea Carvalho: O seu irmão, deputado Átila Lira pode ser essa liderança. O senhor gostaria que fosse? 

R. Eu acho que deve ser, ele conhece o Bolsonaro há 28 anos, é um deputado federal que representa uma história de luta, que nunca foi manchada com a corrupção, é um grande nome, como também a Dr. Marina, Julio Cesar, temos que torcer que o Bolsonaro realmente resolva os problemas que o povo confiou.

Arimatea Carvalho: Em relação a sucessão municipal, a eleição para o governo do estado foi um eleição onde houve um passeio do governador Wellington Dias que venceu no 1° turno e o senhor estava na oposição. A eleição para prefeitura de Teresina vai ser um passeio também para os tucanos, eles vão conseguir fazer o seu sucessor? 

R. Só se for um passeio no Parque da Cidadania que quem trouxe foi o ex-senador João Vicente Claudino, vai ser uma eleição dura, o povo de Teresina está cansado com uma administração fadigada, denunciada, uma administração que trabalha só um ano antes da eleição e a mudança vai ocorrer com esses novos candidatos, o que o povo de Teresina clama é por um ponto chamado mudança, as caras são as mesmas, as secretarias só se revezam, Teresina precisa pegar um choque de gestão.



Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar