Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

Coronel Lídio afirma ser contra brechas na lei que beneficiam bandidos e prejudicam cidadãos

Compartilhe

Coronel Lídio, Comandante da Polícia Militar, concedeu entrevista na tarde desta segunda-feira (22) no Programa Agora, onde fez considerações sobre policiamento e segurança pública no Estado do Piauí.

Policiamento ostensivo no interior do Estado

“A questão da violência e ataque as agências financeira não acontece apenas no Piauí, é em todo o Brasil. Mas se fizermos uma análise, todos esses meliantes já forma presos pela polícia militar, a questão é que há brechas na lei, eles são soltos e continuam fazendo. Mas, nós sabemos quem são”, declarou.

Aplicação da Lei em benefício de bandidos

“Entrei no comando da polícia com muita vontade. Podemos observar o trabalho árduo dos policias dia e noite e o que nos dói é ver também bandidos brincando com a cara da sociedade. Não se justifica o Brasil perder turismo para outros países que não são tão lindos como Brasil. A questão é que a segurança pública deixa a desejar. Mas eu estou tranquilo porque fiz coisas que muita gente não fez, colocando policiais nas ruas, tratando os policiais com dignidade, ajudando com a polícia comunitária e capacitando os policiais com cursos. Então estou ciente de que fiz minha parte, estou satisfeito. Mas essa questão eu espero que seja resolvida com uma noiva legislatura com o Código Penal, Estatuto da Criança e do Adolescente e a Constituição”, disse.

Estrutura e efetivo

“Hoje a polícia militar está muito bem na questão de armamento e equipamento. O estado do Piauí tem mais de 3 milhões de habitantes, então precisaríamos de cerca de 5 mil homens trabalhando no policiamento intensivo. Mas junto a isso tem que ter também educação, família, igreja, tudo isso tem que se juntar. Além disso, a aplicação da lei em benefício da população”, pontuou.

Desafios

“Peguei o comando militar por apenas nove meses, mas a questão operacional é um desafio, porque temos que fortalecer a instituição em todo o Piauí. Os governantes precisam ter um olhar diferente para a segurança pública. Os homens estão prontos para trabalhar, mas o Estado tem que dar condições”, afirmou.

Acompanhamento por instituições

“Nos meus 31 anos de serviço nunca vi uma instituição de acompanhamento especial na casa de um policial. Eu não sou a favor da morte de bandidos, mas acho que eles precisam passar pelo que fez. Nós trabalhamos para defender a sociedade, e quando um policial morre, dificilmente a família recebe acompanhamento”, declarou.

Promoções

“Os alunos que estão aguardando vagas, estão aptos a servir a polícia militar. Tenho conversado com o futuro Comandante da polícia e ele tem ótimos projetos para a instituição e eu desejo que ele tenha muito sucesso na execução desses projetos”,

Coronel Lídio, destacou o policiamento intensivo nas ruas como o destaque no período em que esteve no comando.

“A população quer mesmo é ter segurança”, finalizou Coronel Lídio.




Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar