Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

Criança morre e mãe acusa hospital de negligência médica

Compartilhe

A humilde família de Adriana Rodrigues de Morais esteve em contato com a equipe do Programa Agora para fazer uma denúncia a respeito da morte de sua filha. Segundo a família, a criança morreu após dar entrada no Hospital Natan Portela, em Teresina, com suspeita de ter contraído calazar. O estado de saúde dela teria se agravado dentro do próprio hospital.

“Ela passou mal e não tinha um médico de plantão, só tinha enfermeira. Como é que num hospital grande daquele não tem um médico?”, disse Adriana Rodrigues, mãe da criança.

A bebê que faleceu tinha 10 meses de idade e foi internada no dia 25 de novembro. Os atendimentos iniciais foram realizados e dias depois a bebê foi transferida para o Hospital de Urgências de Teresina. Bastante abalada com a morte da filha, Adriana acusa o hospital Natan Portela de negligência médica e sucessivos erros.

“No dia que ela morrei disseram que era por causas naturais e não foi. Minha filha teve tétano no pé e estava com o rosto bem roxo”, declarou. O velório da criança foi realizado no bairro Santo Antonio, zona sul de Teresina. Em imagens feitas pela família, a criança aparece internada bastante abatida e com manchas roxas na perna esquerda. A certidão de óbito foi entregue para a mãe, mas ela questiona as causas do falecimento e pede esclarecimentos da equipe médica. “De que minha filha morreu? Eles não estavam tratando a doença como calazar e sim como pneumonia. Minha bebê chorava tanto”, acrescentou Adriana.

Em, nota o Hospital de Urgências de Teresina afirmou que a criança foi recebida com um quadro grave de saúde e sem prognóstico. Durante as 15 horas em que esteve internada na unidade de saúde ela recebeu todos os cuidados necessários, mas não resistiu. A equipe do Programa Agora tentou contato com a direção do Hospital Natan Portela, foi confirmado que será feita a identificação do médico responsável pelo atendimento da criança antes de ser feito um pronunciamento oficial. 


Image title

Image title

Image title

Image title

Image title


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar