Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

Elmano Ferrer não participará de recepção a Lula em Teresina

Compartilhe

A repórter da Rede Meio Norte em Brasília, Samantha Cavalca, informou na tarde desta sexta-feira(01), que uma reunião com o ex-governador Wilson Martins, os deputados federais Rodrigo Martins, Heráclito Fortes e Átila Lira, pode definir a ida dos políticos piauienses para o AGIR. A sigla será de centro-direita e vai ser oposição ao PT no Piauí. Wilson poderá ser o presidente da sigla no Estado. Conversas já estão adiantadas com o prefeito de Salvador, Antonio Carlos Magalhães Neto. O AGIR será composto por políticos que saíram do PSB e do DEM, antigo PFL. As indicações da Codevasf, empresa pública de orçamento bilionário, fariam parte do acordo do novo partido. Heráclito indicou Avelino Neiva para a Presidência da Codevasf e Rodrigo e Wilson indicaram José Augusto para a chefia de gabinete de Avelino.


O prefeito Firmino Filho chega de Estocolmo neste sábado. A informação de lideranças próximas ao prefeito, é de que ele não irá participar dos eventos destinados à vinda de Lula em Teresina. Outro político que poderá não marcar presença nos eventos de Lula em Teresina, é o senador Elmano Ferrer. Lembrando que Elmano foi eleito senador graças ao apoio recebido por Lula, Dilma, Ciro e Wellington Dias. Os jornalistas do Jogo do Poder também citaram João Vicente Claudino como outro nome que não vai participar. 

O repórter Efrém Ribeiro entrevistou Elmano e ele confirmou que tem outros compromissos pré-agendados: "O PMDB tem um grupo que apoia o governador e outro grupo que apoia João Henrique e João Vicente Claudino. Não irei por causa de outros compromissos e o partido já indicou representantes para acompanhar o evento, como o deputado Marcelo Castro", disse. Sobre a construção da adutora no sertão piauiense, Elmano informou que vai conseguir os recursos necessários e um estudo será feito antes da obra. A emenda de Elmano tem um valor de R$ 21 milhões e agora já foi disponibilizado R$ 10 milhões para um estudo bastante aprofundado.

Em Timon, a ex-prefeita Socorro Waquim disse que reconhece o trabalho e não pode esconder o que foi feito através de benefícios conseguidos na gestão de Lula e Dilma. Ela citou creches e moradias com os destaques de obras importantes. " Sou do PMDB e hoje o partido apoia o presidente Temer. Nós temos que ter cuidado em falar nossas opiniões. Recebemos recursos no valor de R$ 230 milhões para o município e que fizeram Timon crescer muito. Fizemos a votação e aprovamos o título de cidadania", disse. Socorro ainda confirmou que vai ser candidata a deputada estadual e que o PMDB está unido em prol da candidatura de Roseana Sarney ao Governo do Maranhão.

 class=



Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar